sexta-feira, 19 de março de 2010

Dourada ao sal

A dourada é um dos meus peixes favoritos, gosto mesmo muito! Desta vez recebi experimentá-la de uma maneira diferente e gostei muito do resultado, embora não tenha agradado a todos. O que aconteceu é que ao quebrar o sal, a pele do peixe também saiu e algumas pedrinhas caíram para cima dele. Apesar de terem ficado só na superfície e de serem facilmente removidas, há muita gente que prefere não ter esse trabalho, deixando de comer. Para mim isso é apenas falta de fome e quem não tem fome que não coma! Mais sobra para mim :)
Peço desculpa por faltarem as fotos no prato com o peixe já despido do seu capote, mas partir o sal já me estava a enervar e o peixe sem pele também não ficou lá muito fotogénico!

Ingredientes:
1 ramo de ervas aromáticas (usei tomilho e alecrim)
1,5 kg de dourada selvagem (usei 3 vindas da peixaria, acho que eram domesticadas)
pimenta preta, rosa e branca em grão e sal q.b.

1. Coloque as ervas aromáticas na barriga dos peixes e reserve. Ligue o forno a 200º C. À parte, envolva as pimentas em sal. Disponha cerca de um terço num tabuleiro e sobreponha-lhe os peixes.

2. Borrife com água e vá dispondo o restante sal, sobre o peixe, não parando de usar a água. Leve ao forno, durante 30 minutos. Retire e, antes de servir, parta o sal.

A saber: Os alimentos cozinhados ao sal são uma forma de prepará-los conservando o seu valor nutritivo. Ajuda a acentuar o sabor e é muito mais saudável, pois não é necessária qualquer gordura ou molho para cozinhar.

Notas: Antes de juntar as pimentas ao sal, amassei-as um bocadinho no almofariz.
A sorte é que houve quem não quisesse comer o peixe e sobrou mais para mim porque, se bem se lembram, os espinafres que eu fiz para os acompanhar foram aqueles que mirraram no tacho he he

Bom fim de semana!

59 comentários:

Marina disse...

Nunca me atrevi a assar com capa de sal! Acho que me ia acontecer como a ti... ia ter gente com falta de fome! lol
Mas adoro dourada! Também é um dos meus favoritos!
Beijinhos.

Pratos da Bela disse...

é óptima, também faço muitas vezes...
Jinhos fofos

Anabela disse...

Nunca tentei fazer assim o peixe,tenho sempre a sensação que vai salgar,mas estou a ler mais uma nota positiva que é a tua e qualquer dia tenho de me atrever,bjs

Tuquinha disse...

com pele ou sem pelo o que interessa é o paladar...e isso tinha de certeza.
beijinhos

Fatima disse...

Nunca fiz nem comi, mas deve ser muito bom!
Beijinhos

Verdinha disse...

Pois olha tb adoroooo dourada, é dos peixes que mais gosto sem duvida! e ao sal ainda melhor, faço muitas vezes mas na bimby!

Mais sobrou p ti, é o que interessa hehehe

Elisabete disse...

Ameixinha, esta tua dourada domesticada deve ter ficado um must.
Eu também gosto bastante de dourada mas faço mais assadinha no forno com a bela da batatinha que é uma perdição.
Não sei se terei coragem para me dar ao trabalho de partir o sal, mas que gostaria de provar isso, cocnerteza. A ver vamos

Margarida disse...

O peixe assim é uma maravilha! E o frango também resulta muito bem. Nessas coisas de esquisitices, como diz a minha avó, "para quem não gosta há muito!". : )
beijocas e bom fim-de-semana

Marly disse...

Ameixita,

Menina, me aconteceu de viver recentemente uma experiência idêntica à tua. Quando estive há poucos dias no Nordeste do Brasil, trouxe de lá alguns peixes e frutos do mar, entre os quais, uns Dourados (e assim que os chamamos aqui). Pois bem, inventei de preparar um deles numa crosta de sal. No forno, a tal crosta também se partiu e eu tive depois de lavar o peixe, pois o meu marido é hipertenso e deve evitar o sal, rsrs. Da experiência eu aprendi que a crosta deve ser bem compactada sobre o peixe, para que se forme um tipo de 'iglu' ao ser aquecida, rsrs.
No fim das contas, o meu peixe, como teu, também se salvou, rsrs.

Beijinho e bom fim de semana.

ameixa seca disse...

Obrigada meninas :) De facto fica com um sabor delicioso e é muito mais saudável! Também já comi frango em capa de sal e fica super bom. Partir o sal é terapia, imaginem que é o focinho do vosso patrão e toca bater-lhe he he
O segredo para a crosta de sal não partir é ir deitando água por cima à medida que se deita o sal. A minha ficou mesmo dura como um iglô :)

micas disse...

Ameixinha, aqui todos adoramos, mas nunca mais fiz, já á alguns anos, meu marido sofre de hipertenção o sal é quase proibido cá em casa, nas receitas que coloco no meu blog digo sempre - temperar com sal e pimenta, mas aqui em casa so tempero com pimenta, piripiri, ou malagueta o sal é proibido mesmo, mas tenho saudades desse prato. Beijinhos e bom fim de semana

moranguita disse...

nunca experimentei mas deve ser bem bom um peixinho assim ao sal
beijinhos e bom fim de semana

Mangia disse...

Ameixinha, que maravilha esse prato! Eu nunca fiz mas já vi com salmão...deve ser muito bom!
Beijocas!

Fla disse...

Sabe que eu nunca provei este peixe. Aliás por aqui são poucas as variedades que encontramos.
Adorei a ideia de assá-lo no sal.
-)
Beijos

Luciana B. disse...

Eu também faço peixe assim!! Realmente fica uma delícia :-) Um beijo!

cacahuete disse...

A dourada e um peixinho que eu aprecio muito. Mas nunca fiz nada ao sal, tenho medo, nem sei bem porque. Mas com o jeito que eu tenho o mais certo era acontecer-me o mesmo que a ti, ou entao bem pior.

Beijinhos

Cucchiaio pieno disse...

Querida Ameixinha
Dizem que este modo de fazer o peixe é o melhor! Imagino que ficou bem saboroso.
Bjim e um ótimo fim de semana
Léia

Carina disse...

Nunca provei dourada desta forma, mas já me elogiaram bastante, assim como frango cozinhado da mesma forma!!!!

Beijocas e bom fim de semana :)

Ana Powell disse...

Esta é uma receita bem famosa e muito apreciada por aqueles que já a provaram.
Feliz fim de semana x

gasparzinha disse...

Eu adoro peixe ao sal, dourada ou outro que calhe.
E não é mesmo um prato muito fotogénico...

Quem não gosta, ou não come ou em 5 minutos vai servir-se de bolacha maria com iogurte (isto é o que faz o Esparguete quando o menu não agrada ao menino...) :)

Beijinhos.

isabel disse...

Querida Ameixinha,
Gosto imenso de douradas e nunca experimentei tentar confeccioná-las desta forma. Já preparei assim frango, e desde que este tenha a pele intacta, resulta muito bem, ficando mesmo uma carapaça que se quebra depois com um cutelo. O frango fica suculento, tenro e saboroso. Imagino que os sucos todos dessa douradinha se tenham preservado. Eu iria gostar :)
beijinho.

Mary disse...

Assim, ao sal, ainda não provei, mas acho que comia bem, ou não fosse eu peixeira com "p" grande"! Eu achava que gostava de todos os tipos de peixe, até provar há dias a "pata roxa", que detestei...de resto podes trazer tudo! :)

Camila Marinho dos Santos disse...

Ameixa eu confesso que não sou muito dada a preparar peixes. Mas se tiver quem faça pra mim eu como de qualquer jeito =)

Ginja disse...

Nem mais...quem nao quer azar...é pk nao tem fome, mais sobra!hehehe. Adoro dourada, vou ter de fazer. Ja fiz assim um robalo e gostei muito do resultado, tinha medo k salgasse mas nao, fica optimo, parece k ainda realça mais o sabor do peixe. E o meu pai tb ja fez assim no sal umas batatas com pele e tb gostamos. Vou agora cuscar os doces para ver o k fazer po fds...ihihi. so boas ideias aqui. um beijinho.

Sandra G disse...

Eu também adoro dourada, é dos meus peixes preferidos.
Faço muitas vezes ao sal.E desta vez lá em casa estamos em sintonia!

Bjs

Regiane disse...

Ola, de blog em blog, vim parar aqui, adorei seu blog e suas receitas. Parabéns! Voltarei sempre.Bjs

Gina disse...

Ameixa, como falar de uma experiência que não se viveu, não é? Há práticas culinárias que aguçam a curiosidade. Nunca fiz dessa forma, mas sei que funciona.
Cheguei com muito boas lembranças e emoções, desejando compartilhar em 2 ou 3 posts.
Bom final de semana!

justme disse...

A minha Martuxa adora dourada, eu faço dourada e também robalos, no sal(têm que ser peixes gordos), não fica com muito sal. Eu faço de um modo um pouco diferente:
1º a dourada não é escamada, nem se tira as tripas.Misturas o sal,com a raspa de 2 limões e um ramo de ervas aromáticas, um pouco de pimenta moída, na hora e, mais ou menos, uma chávena de café de água-depende da quantidade de sal- ´forra-se o tabuleiro com folha de alumínio e fazes uma "cama" deitas :) a dourada, colocas-lhe umas rodelas de limão por cima e tapas a bichinha, levas a forno a 200 graus cerca de 30m, depende da quantidade do peixe,ou até a crosta estar dourada. Partes o sal assim que sair do forno. se fiar algum bocadinho de sal, limpas ou com um guardanapo de papel ou com um pincel. Nós gostamos assim. Se experimentares, espero que tb gostes (já sabes que aqui aproveitamos os nossos limoeiros).
Bjs. ( E olha que isto com uns grelinhos salteados-ou batata a murro se for para a Marta- em verdinho, bem gelado e uns profiteroles de sobremesa....)

Leonor de Sousa Bastos disse...

Olá!

Cá em casa faço muitas vezes peixe no sal porque adoramos, mas em vez de o cobrir completamente deixo o rabo de fora e quando está assado, é porque o peixe todo está pronto!
Eu costumo usar um sal especial para forno que já vem humedecido e a crosta sai muito mais facilmente! :)

Beijinhos e bom fim-de-semana!!

Figos & Funghis disse...

Nunca fiz e nem provei nada assim, no sal. Mas tenho muita curiosidade de experimentar. Uma vez ví o Jamie Oliver fazendo num programa, mas era frango no sal. Ficou bem interessante também.
Bjinhos

Noémia disse...

Gosto muito de pixe ao sal e no entanto faço-o poucas vezes!
Será porque me mete impressão desperdiçar tanto sal? :)

Xana disse...

A dourada tb é dos meus peixes preferidos. Ao sal é daquelas formas que nunca experimentei o peixito...

Heloísa disse...

Ameixa,
Nunca assei peixe dessa forma, mas carne de vaca (picanha) faço bastante e fica uma delícia.
Beijo.

argas disse...

Há gente bem esquisita...:\ tá uma maravilha! bjinhos

Saltapocinhas disse...

eu fiz uma vez e jurei para nunca mais.
não foi propriamente o peixe, que até estava razoável, mas ficou um cheiro horroroso por toda a casa que durou até ao dia seguinte...
nem quero que me lembre!!

Abóbora Amarelinha disse...

Ó minha douradinha salgada apetitosa.
Eu tambem faço algumas vezes, principalmente quando os pescadores me trazem as corvinas vivas, com tripas, escamas e tudo ( que eu odeio)deixo-as morrer e espetou-as assim directamente no sal, a camada do sal sai direitinha juntamente com a pele e as escamas.
Dourada só fiz uma vez, quando comprei uma grande.
jinhos e bom fim de semana

»¤Þ䵣䤫 disse...

Hummmmm... Esse peixe deve ter ficado demais hein! Fico aqui só imaginando o sabor dessa delicia! Adorei a receita! Bjinhos e um ótimo final de semana!

Tânia disse...

Gosto muito de preparações no sal e concordo que o sabor fica diferente, muito melhor.
Já fiz peixe, frango e picanha, todas sairam muito bem.
Só não sei ainda se a "Dourada" daí tem alguma semelhança com o "Dourado" daqui...:D
Beijinhos

Alcina disse...

Eu em tempos idos já fiz e tenho impressão de que o sal precisa de uma clara de ovo para sair melhor.
Mas cá em casa como o marido tem uma certa aversão a produtos que têm tendência para entupir a canalização tipo gorduras e sal, quando viu a camada resmungou tanto que nunca mais me atrevi a repetir :-)
mas acho uma forma interessante de cozinhar o peixe:-)

ameixa seca disse...

Meninas, obrigada pelos comentários :) O sal, sendo barato, não se torna um grande desperdício e a comida fica mais saudável. Acaba por compensar já que não usamos outros ingredientes!
Frango também fica muito bom e noutros peixes também deve ficar fantástico :)
Bom início de Primavera a todos e continuação de bom fim de semana!

Cláudia M. disse...

Também adoro dourada, é mesmo um dos meus peixinhos preferidos, mas nunca cozinhei nada desta maneira.
Explica-me como se eu fosse mesmo muito burra :)), como é que o sal não passa para os alimentos? Quero eu dizer, o excesso de sal... lembro-me que uma vez a Nana postou sobre um frango que tinha feito no sal e passou a noite inteira a beber água... :))))

E tb não sabia que o Oliver era porco...:) mas concordo que o Amarelo é + bonito...

A propósito, adivinha quem tenho no meu ambiente de trabalho? não resisti àquela foto do Matias no telheiro, não me canso de olhar para ele, aquela cara patusca faz-me sempre sorrir :)

bjs

familia antunes disse...

Olá ameixinha...
Por cá adoramos dourada...
Ao sal só experimentei com pargo e adoramos...surpreendeu pela positiva...
Tenho que experimentar com a dourada...
Obrigado pela sugestão...
beijinhos e bom fim de semana...

anna disse...

Também adoro dourada! Ao sal, assim, nunca comi.
Beijinhos.

Helena disse...

Fizeste bem em aproveitar a dourada, pois é deliciosa cozinhada dessa forma.
Há muito que não faço...
Bom domingo!

ameixa seca disse...

Cláudia M, o peixe não pode ser escamado pois a escama vai impedir que o excesso de sal entre; à medida que vais deitando água em conjunto com o sal e depois de ir ao calor, ele vai formar uma capa dura. As pedritas de sal vão compactar e não vão passar para o peixe :) O Jamie, tem sempre as unhacas um bocadito sujas. Tu com dois gatos lindos em casa vais enfiar o meu no teu computer? he he
Familia Antunes, com pargo também deve ficar muito bom :)
Anna, tu que adoras peixe... tens que experimentar assim :)
Helena, gostei bastante :)

Emília disse...

Já assei o peixe assim também, e também fiz uma baguncinha básica para tirar o bichinho do sal, mas ficou com um sabor maravilhoso!!
Beijinhos

Reflexos disse...

Faço muitas vezes peixe no sal, mas mais robalo, que tb fica mto bom.
às vezes tb faço frango ou picanha.
Com o frango é preciso ter o cuidado de escolher um que não esteja esfolado.

Bjinhos e bom fds

Nani disse...

Também já fiz uma vez assim e vi-me grega para partir o sal e como ficou com sal nalgumas partes também os filhotes torceram o nariz a dizer que estava salgado, nunca mais fiz, bjs.

Paula Pacheco disse...

Hum adoro um peixe, já vi essa maneira de cozinhar, usando somente sal grosso, vi em carnes bovinas e de ave também, deve ficar bem saborosa,imagine depois jogando um bom azeite encima ...
bjs
Paula

ameixa seca disse...

Emília, vale a pena a baguncinha :)
Reflexos, frango já comi mas ainda não fiz. Fica para a próxima :)
Nani, para a próxima vou ter que ter mais cuidado :)
Paula, a dourada já é um peixe gordo. O azeite ou qualquer outra gordura são dispensáveis :)

Salsa Verde disse...

Já tinha visto esta receita. Sabes que aqui há dias vi uma receita do James Martin em que ele envolveu o sal com claras batidas em castelo. Pareceu-me muito bem...
Bom, beijocas,
Lia.

ameixa seca disse...

Lia, também já vi essa técnica das claras batidas e acho que o sal sai melhor se as usarmos :)

conceicao disse...

Também gosto de fazer a dourada assim.
Bjs

Cristina disse...

Adoro a douradinha, domesticada ou não, feita no sal. Tem de se ter realmente cuidado a partir e retirar a pele antes de servir nos pratos, senão é inevitável que caia um grãozinho ou outro, mas fica excelente :)

ameixa seca disse...

Conceição, achei muito fixe :)
Cristina, acho que os grãozinhos compensam o sabor delicioso com que o peixe fica :)

Kristininha disse...

Aqui está uma receita que á muito que ando para experimentar!!!
Namoro, namoro mas ainda não a pedi em casamento...
O mesmo aconteceu com a dourada que fiz em pão, até que ganhei coragem e nao me arrependi nadinha!!!
Agora tb me enches-te de coragem...e na minha proxima ida à peixaria é prometido vir uma dourada pra este efeito...

ameixa seca disse...

Kristininha, espero que te agrade :)

Eu Mulher disse...

O ótimo dessa receita é que não fica salgada como muitos imaginam.
Eu ainda não tentei fazer nada parecido, mas qualquer dia desses meto a mão na massa, ou melhor, no sal,hehehe.

ameixa seca disse...

Ana, fica mesmo bem diferente. Tens mesmo que meter a mão no sal :)