segunda-feira, 20 de junho de 2011

Pastéis de courgette


Se eu fosse o capuchinho vermelho e tivesse que levar o lanche à avozinha, primeiro pensaria na condição médica da senhorinha. Hoje em dia, tem que se ter cuidado com tudo, incluindo a alimentação. Não vá o raio da veia ou artéria tecê-las e dar origem a algo que não queremos! O açúcar no sangue e o colesterol também têm que ser controlados, tudo para visar um prolongamento da vida às avós deste mundo, só para passarmos mais um bocadinho de tempo com elas ou então, como acontecerá com muitos, para nos lembrarmos que nos esquecemos dos nossos avós, ou porque são um bocadinho chatos ou porque o nosso tempo não chega para eles. Tristezas à parte, já que estamos a falar de comemorações e não de aflições, se eu tivesse uma avózinha, na minha cestinha levava apenas e só 2 ou 3 courgettes pequeninas, algumas especiarias e ia preparar estes pastéis na cozinha da minha avó, passar tempo de qualidade com ela :) Não há cozinha onde não haja um molho de salsa, uma cebola, pão e farinha. O queijo parmesão ia comigo, o limão ia colhê-lo ao quintal da avózinha e o ovo seria recolhido directamente da capoeira. Da prateleira este prato antigo e uma fotografia simples, à maneira de uma avó da aldeia. 

Ingredientes:
300 g de courgettes, raladas
1 cebola pequena, bem picada
1/4 copo (30 g) de farinha com fermento
1/3 copo (35 g) de queijo kefalotyri ou parmesão, ralado
1 colher (sopa) de hortelã fresca, picada
2 colheres (chá) de salsa fresca com folhas lisas, picada
1 pitada de noz-moscada moída
1/4 copo (25 g) de pão ralado
1 ovo, levemente batido
azeite, para fritar

Preparação:
Coloque as courgettes e a cebola no centro de um pano de louça limpo, junte os cantos ao mesmo tempo e esprema o mais apertado possível para libertar todos os sucos. Junte as courgettes, cebola, farinha, queijo, hortelã, salsa, noz-moscada, pão ralado e ovo numa tigela grande. Tempere bem com sal e pimenta preta em grão e misture tudo com as mãos até obter uma massa compacta e que fique pegada.
Aqueça o azeite numa frigideira grande em lume médio. Quando quente, deite, ao nível da frigideira, colheres de sopa da mistura e deixe fritar durante 2-3 minutos, ou até ficar bem alourada em toda a dimensão. Escorra bem em papel absorvente e sirva quente, com gomos de limão.

Notas:
Estes pastéis são a resposta ao desafio da Belinha, aqui está a minha participação :)
A receita foi retirada d' "o livro essencial da cozinha mediterrânica".
Se preferirem, podem usar um coador para espremer a courgette e retirar todos os sucos.

Bom início de semana a todos!

58 comentários:

Cidália disse...

Ai que inveja desses pastéis,vinham mesmo a calhar!
Beijinhos

são33 disse...

JÁ ESTOU COM INVEJA DA AVOZINHA QUE SE VAI DELICIAR COM ESSA MARAVILHA.
ACHO QUE IA GOSTAR DESSES PÁSTEIS, FICARAM ÓTIMOS.
BOA SEMANA
BJS

gasparzinha disse...

Ameixinha, e eu ia contigo à tua avozinha, para picar uns pastelinhos. :)
A foto é simpels e bonita!
Beijnhos

♥♥ belinhagulosa ♥♥ disse...

Que delicia para a nossa avozinha amiga,obrigada amiga obrigada adorei e o teu texto fez-me um sorriso no rosto,obrigada amiga...bjokinhas

Andréa disse...

LINDO TEXTO,SAÚDE É COISA SÉRIA!
MAIS ESSES PASTÉIS DA AVOZINHA ESTÃO DE DAR ÁGUA NA BOCA, HUMMMMM!!

BEIJOS......

Carla disse...

que delícia de pastéis! até queria ser tua neta só para os receber ;)
bjinho boa semana*

Lourdes Sabioni disse...

Se Deus quiser terei uma netinha como tu!
Oba! Vou adorar os pastéizinhos!
Beijos!

Picarota disse...

Que aspecto óptimo. Beijinhos

conceicao disse...

Uma avozinha com sorte, esses bolinhos são uma delicia.
Bjs

"Manjares da Manu" disse...

Muito apetitosos!!!!

Bjs...Boa semana!!!

Lina disse...

Simplesmente deliciosos!E eu tenho aqui muitas courgetes para experimentar!
Beijinhos

ameixa seca disse...

Cidália, são bem simples de fazer, mais até que de pataniscas de bacalhau :)
São33, infelizmente já não tenho avózinhas e nunca tive oportunidade de cozinhar para elas. Agora é só lobos maus ;)
Gasparzinha, a foto foi uma tentativa de fazê-la mais envelhecida, do tempo das avós :)
Belinha, de nada, ora essa ;)
Andréa, estes pastéis são fritos, por isso as avós não podem abusar muito :)
Carla, esta vida não dá filhos, quanto mais netos ;)
Lourdes, se for como eu olha que não vai ser fácil de aturar ;)
Picarota, Conceição, Manu, obrigada :)
Lina, força nisso ;)

Moira disse...

Também não me importava de roubar um pastelinho desse prato vintage ;)
Com tanta coisa boa que anda por aí na blogosfera acho que a avó do capuchinho vai engordar que se farta hehehehe

Marly disse...

Tanto melhor para avó receber estes pastelinhos nutritivos do que certas guloseimas, que netinhas cabeças-de-vento pensariam em levar, rsrs. E se tem abobrinhas têm de ser saborosos!

Um beijo e boa semana!

thecookieshop disse...

Que curioso você falar desses pasteizinhos e avós no mesmo post - me lembrei da minha avózinha, que fazia uns bolinhos fritos muito parecidos com esses seus. :)

Josy disse...

Ameixa, que delicia. Gosto muito de tudo que vai abóbrinhas, e essa vózinha ai deve ter gostado muito tbém, só os ingredientes que vai, já me deixaram com água na boca. Perfeito. bjokas

Raspas de Laranja disse...

Fogo tinhas de pensar logo na condição médica da avozinha. Sabes que apesar das condições, há uns anos atrás, não serem as melhores, as nossas avozinhas, tinham uma qualidade de vida diferente. Andavam mais à vontade na rua, sem medo do puxão na carteira, conversavam mais com as vizinhas. Agora vivem todos enfiados em apartamentos, isolados, outros em lares, enfim. A única avó que conheci, não muito amante da cozinha, mas o que fazia era bom. Teve uma saúde de ferro, até 3 dias antes de morrer, era esperta, sábia mesmo, e muito mais avançada, que muita malta nova. Para ela eu podia levar tudo, pois não sofria de nada, e já feitinho de preferência, para não sujar a cozinha...
Os teus bolinhos devem ser uma delicia, com tanto ingrediente diferente. Fica bem. Bjs

argas disse...

Lindos! gostava de experimentar!

Moni disse...

Que optimo aspecto ameixa :)

Beijinho

Retrato a Sépia disse...

A avózinha teria muita sorte com a netinha e as suas escolhas culinárias!
Beijinho
http://osdiasdanossavida.blogspot.com/

SarinhaT - No Conforto da Minha Cozinha... disse...

Ficou uma maravilha... A avozinha vai de certeza adorar e uma vez por outra não faz mal hahaah.

Filipa disse...

Eu também acho que a vovozinha vai-se passar quando vir o número da balança! è só coisas boas....como esta! Deliciosa! Também gostei do toque vintage do prato! :) Vejo que já estás a por-te fina! :) Um beijinho

Vânia Costa disse...

Ficou fantástico! A ideia de ires cozinhar com a avózinha parece-me de luxo... Olha-me pra isto... Está a velhota em casa e vais lá cozinhar pra ela... Vê mas é se não se habitua porque senão vais ter que cozinhar e muito! :P
Brincadeirinha à parte, os teus pastéis ficaram fantásticos, a foto genial!
E já estás melhor?

Beijinho*

Abóbora Amarelinha disse...

desgraçada a avózinha, teria que fazer tambem mamografia, eco pélvica, branqueamento de dentes, etc...
Olha amiexinha fiquei tentada com esses coisitos ( sabes que adorei as ditas fritas).
Tás melhor???

Sofia.Lopez disse...

Olá ameixa! :)
Também já não tenho avózinhas para cozinhar para elas... :( mas ficam as saudades e as boas lembranças :)

Gostei bastante destes pastéis, não apenas pelo óóóptimo aspecto mas também pelos ingredientes! Para mim tudo o que leve courgette é bom! ...Venham mais receitinhas destas maravilhas que são bastante nossas amigas, dão saudinha, da boa!

Beijinhos

A foto.. 5*!

moranguita disse...

infelizmente so xconheci uma avo e morreu quando eu era muito pequenina. belas recordaçoes.
adorei os pasteis
beijinhos

Carol disse...

Parece delicioso!!!

Sandra G disse...

Uma foto simples, mas com um belo petisco para a avó.
Eu não sou apreciadora de pasteis, manias. :)

Bjs

ameixa seca disse...

Moira, vamos matar a senhora :)
Marly, os fritos também não são muito aconselháveis mas eu gosto de petiscos salgados :)
Paula, tenho certeza que era uma avó cheia de bom gosto :)
Josy, aqui em casa nenhuma vovó comeu, mas nós comemos por todas as vovós ;)
Zé, ultimamente só tenho pensado em condições médicas :) Estou quase hipocondríaca he he Eu só levo os ingredientes, tenho que sujar as cozinhas por onde passo senão não é a mesma coisa ;)
Argas, Moni, Sarinha, Carol, obrigada :)
Retrato a Sépia, pena as minhas avózinhas não terem sequer conhecido o meu gosto pela cozinha :)
Filipa, vai ser uma avó peso pesado ;) Estou a recompor-me, finalmente!
Vânia, a foto estava uma porcaria, por isso é que usei um programa para envelhecê-la :) Estou melhor, obrigada.
Bóbora, faz que vais gostar. Tens é que escorrer bem a courgette senão vai chupar muito azeite :) Estou melhor, sim!
Sofia, acho que as próximas postagens vão ser mesmo dedicadas à courgette :)
Moranguita, conheci as duas mas era muito pequena. Uma morreu e com a outra perdi o contacto na adolescência.
Sandra G, não podemos gostar de tudo :)

Cinha disse...

Que lindas pataniscas, devem ser óptimas!
Beijinhos grandes.

Nela disse...

Adoro pataniscas e as tuas têm um aspecto óptimo, bjs.

angela disse...

Ótimo post e ótima postagem da ameixa seca!!

Babette disse...

Ameixinha:
A receita ideal para levar a qualquer avózinha. Faço umas pataniscas de courgette parecidas.
Babette

Nani disse...

Uma excelente sugestão, nem sabia que se podia fazer pasteis com a curgete, bjs.

RUTE disse...

Eu também!
Mais depressa levava salgados do que doces na cestinha do piquenique :)
Só podem ser magnificas essas pataniscas veggie.
Beijinhos,
Rute

Betis disse...

Olá,
O seu blog tem muitas receitas interessantes e que eu aprecio.
Abraço.

Atitude Zen
http://www.atitudezen.com/

Helena disse...

Olá Ameixinha do meu coração!
Que belos pastelinhos! O que eu gostava de interceptar essas cestas que circulam pela net!
Um abracinho

ameixa seca disse...

Cinha, Nela, Angela, Betis, obrigada :)
Babette, são uma delícia :)
Nani, nem imaginas as coisas que podem ser feitas com courgettes :)
Rute, serem vegetarianas já é qualquer coisa de muito bom :)
Helena, nem me fales, é cada coisa mais melhor boa que anda por aí :)

cacahuete disse...

Uma belissima iguaria com que a avózinha por certo se iria deliciar.

Beijinhos

Cláudia M. disse...

Queres ser minha neta?

Alcina disse...

Olha que belos pasteis, adoro este tipo de pasteis de legumes e tenho umas courgetes bem grandes no frigorifico, que já tem destino traçado, se não forem iguais são primos :-)

ameixa seca disse...

Cacahuete, obrigada :)
Cláudia M., tens uma notinha pra tua netinha? ;)
Alcina, aproveita bem essas courgettes :)

Lina disse...

Olá, fiz ontem os teus pastéis de courgette e adorei!Ficaram mesmo muito bons. Publiquei lá no blog, se tiveres um tempinho, passa lá para ver como ficaram. Muito obrigada pela receita deliciosa!
Beijinhos

Cláudia M. disse...

Eh pá, de notas é que estamos mal... :)

Belocas disse...

Cá em casa não faltam corgettes. É na sopa, nos estufados, nos bolos, na compota, etc.
Mas, ainda não fiz uns pastelinhos como estes,..., que tem um aspecto maravilhoso.
Vou anotar, porque devem fazer um bom lanchinho ajantarado, ou quem sabe para um piquenique.
Um beijão e bom feriado

familia antunes disse...

Querida ameixinha....
Fiquei curiosa... e com a pulga atrás da orelha...
Tenho que experimentar... Pois tem uma cor muito apelativa... E o sabor esse deve ser de comer e comer e comer...
Realmente tu és a neta que todas as avós desejavam ter... ;)
Obrigado por partilhares...
Beijinhos...

M. disse...

Que ricos pastéis! Na minha cozinha falta o ramo de salsa, mas tenho uns projectos dela a tomarem haste na varanda ;)
Beijinhos,
Madalena

ameixa seca disse...

Lina, ainda bem que gostaste, vou lá passar pra ver :)
Cláudia M., nada feito he he
Belocas, faço deles refeição com um arrozinho mas também são bons para piquenicar :)
Familia Antunes, ficam óptimos, tens que experimentar :)
M., isso é bom, aqui em casa a salsa não dá nada :)

Cucchiaio pieno disse...

Procuro evitar, mas tudo que é frito é gostoso!
Gostei muito dessa receita.
Léia

Ginja disse...

Tão fixe! Parecem pataniscas! Adorei. Vou ter de fazer.

Emília disse...

Que texto lindo!!!

Cenourit@ disse...

Que ricos pastéis veggie! Mnham mnham mnham :)

Turmalina disse...

Hummmm...aqui chamamos de bolinho de abobrinha.Eu só não coloco o hortelã e ao pão, do resto é tudo igual.Meu filho adora desde criancinha!
Aprendi com a minha mãe, que aprendeu com minha avó.Todas as crianças da família cresceram gostando de bolinho de abobrinha:o)

ameixa seca disse...

Léia, o azeite sempre é menos mau para fritar :)
Ginja, parecem mesmo :)
Emília, obrigada :)
Cenourita, eu adoro :)
Turmalina, só provei agora mas ficamos fãs aqui em casa :)

Salsa Verde disse...

Uma receita bem fantástica e que acho que é mesmo o ideal para a Capuchinho Vermelho carregar na cesta!!!
Beijinhos,
Lia.

ameixa seca disse...

Lia, não sei se o Capuchinho gosta mas eu gosto :)

Amehlia Digital ® disse...

Li como se fosse um livro de histórias para crianças..=)
Capuchinho foi uma descoberta! Adorei! Aqui temos nossa Chapeuzinho vermelho...as diferenças do português ficam deliciosas em seus contos.
E realmente, os docinhos já não são apropriados (nem para mim...rs) quem dirá para vozinha =}
Adoro a parte de fritar em azeite, aqui temos pouco hábito pelo preço do abençoado. E fora q os de Cabral são muito melhores, né!
Um bejim bem grande no seu coração...estava com saudades de prosiá comcê

ameixa seca disse...

Vinni, aqui é capuchinho vermelho, acho que a estória é a mesma :) Bj