domingo, 22 de junho de 2008

Bacalhau à Brás

O meu pai sempre teve o vício dos livros e, há muitos anos, adquiriu o livro "Cozinha Tradicional Portuguesa" de Maria de Lourdes Modesto. Desde pequenina que sou incentivada a usá-lo porque, às vezes, a minha mãe dizia que não sabia o que fazer para o jantar ou que não sabia fazer certas coisas e, o meu pai dizia que só não fazíamos porque não queríamos. O livro estava na estante à nossa disposição, recheado de sabedoria culinária e de receitas deliciosas. É um bom manual e uma referância para quem quer conhecer e provar a gastronomia deste país "à beira mar afogado" ;)
Há algum tempo passei numa livraria para ver as novidades, e lá estava ele com a foto de capa simplesmente fabulosa, abri para ver o preço com uma certa curiosidade. Achei que seria mais barato, nunca pensei que custasse tanto dinheiro. Mas, realmente é uma das bíblias a ter numa cozinha. Agradeço ao meu pai pelo incentivo e pelo gosto dos livros.


Bacalhau à Brás

Esta é uma receita tipicamente Portuguesa, da região da Estremadura, mas que é feita muitas vezes cá em casa. É dos meus pratos favoritos e gosto de comê-lo neste tempo de calor. Acompanho com salada de alface ou tomate e há quem coma com arroz seco também.

Ingredientes:

400 g de bacalhau

3 colheres de sopa de azeite

500 g de batatas

6 ovos (usei apenas 3)

1 cebola

1 dente de alho (grande)

salsa (usei cebolinho)

sal

pimenta

óleo

azeitonas pretas



Preparação:

Demolha-se o bacalhau (ou compra-se já demolhado) retira-se-lhe a pele e as espinhas e desfia-se com as mãos. Cortam-se as batatas em palha (muito fininhas) e a cebola às rodelas finissimas. Pica-se o alho. Frita-se as batatas em óleo quente até alourarem ligeiramente. Escorre-se em papel absorvente. Entretanto leva-se ao lume um tacho com o azeite, a cebola e o alho e deixa-se refogar lentamente até cozer a cebola. Junta-se o bacalhau desfiado e mexe-se com uma colher de pau até o bacalhau ficar impregnado na gordura. Juntam-se as batatas ao bacalhau e com o tacho sobre o lume deitam-se os ovos ligeiramente batidos e temperados de sal e pimenta. Mexe-se com um garfo até os ovos ficarem envolvidos no bacalhau e cozidos. Retira-se do lume e deita-se numa travessa. Polvilha-se com salsa picada e serve-se bem quente, acompanhado com azeitonas pretas.

40 comentários:

cupido disse...

O Bacalhau à Brás é uma das melhores formas que conheço para preparar o dito. É pena que esteja tão vulgarizado e tão difícil de encontrar bem feito. É uma das coisas que também ando há bastante tempo para fazer. O teu está com um aspecto fabulástico.

ameixa seca disse...

Cupido, se a máquina ajudasse a foto teria mostrado o amarelinho do ovo. Mas a lente da dita empalideceu e ficou assim... Quanto ao estar vulgarizado não sei. Aqui em casa fez-se sempre assim e é realmente muito bom :)

Carla disse...

Esta é uma das minhas maneiras preferidas de comer o bacalhau. Muito apetitoso!

bjs, bom domingo

anna disse...

Aqui em casa adora-se ste bacalhau...
O livro da Cozinha Tradicional Portuguesa é meu companheiro há mais de 20 anos!
Beijinhos.

QqCoisa disse...

Está com um aspecto maravilhoso! :) Adoro bacalhau...

bj da Equipa do portal www.paracozinhar.com

Nani disse...

É realmente um tesouro da nossa cozinha, simplesmente divinal, bjs

Akemi disse...

Adoro bacalhau e é uma das coisas de que mais sinto falta aqui no Japão! Este prato está de babar, Ameixa! Obrigada pela dica do livro também, só pela capa já me conquistou! Bjs

edinha disse...

Bacalhau à brás é daquelas receitas tradicionais.
Gosto muito e faço inúmeras vezes e até o meu filho que não é muito amigo de bacalhau come e gosta.
O seu está mesmo apetitoso :)
Beijinho

Saltapocinhas disse...

o meu marido adora esse prato e eu nem faço com muita frequancia...

já o livro, conheço-o mas não o tenho. deve ser bem interessante!

Vivian disse...

Adoro as historias que veem com a comida!!
boa semana

Natércia disse...

Ameixinha já comeste tudo devia estar mais que bom. Um bjo. Natércia...

Nela disse...

Olá olhos lindos,esse livro é caro realmente,mas muito bom também,infelizmente os livros que tão bem fazem,são muito caros mesmo,seja de culinária ou outra coisa qualquer,é muito mau porque se fossem mais baratos estou certa que mais pessoas os comprariam.A receita de o nosso fiel amigo está óptima,eu tambem faço assim parecida com essa,e a tua tem óptimo aspecto.Beijitos e boa semana

Manuela disse...

Adoro bacalhau! O teu ficou com um aspecto fabuloso :)

Marcos disse...

Ameixa belo o teu bacalhauzinho!!! Estas horas já foi todo. Um beijo. Marcos:.))

cupido disse...

ameixa, quando eu disse que estava vulgarizado, estava a referir-me a muitos restaurantes que servem o dito com batatas de pacote, sem grande respeito pela grandeza deste prato, que quando devidamente confeccionado (e este é o caso) constitui um dos melhores pratos de bacalhau.

Rosa Eliza disse...

Bom dia Ameixa,fui ao blog de culinária da minha amiga Rose e vi o nome de seu blog e vim conhecer.
Tambem adoro cozinhar.Gostei demais de suas receitas.A familia de meu esposo é da Graciosa(Açôres)eu me interesso muito pela culinaria portuguêsa.Convido você para conhecer
meus blogs.
http://portaldossabores.blogspot.com
eo http://artesdarosa.blogspot.com
Bjss

pipoka disse...

Só não como mais vezes bacalahu à brás, por causa das batatas fritas...mas gosto imenso. Quanto ao livro, não sendo religiosa, a verdade é que também já chamei muitas vezes Biblía a esse admirável livro.

bjs

Alegna disse...

Já tive com esse livro nas mãos uma centena de vezes (também sou louca por livros como o teu pai) mas ainda não me tentou o suficiente para comprá-lo... nem sei se ainda o vendem! Mas vendo agora a beleza de bacalhau que te saiu, acho que da próxima vez que o encontrar vai vir agarrado às mãos... jajaja

Marcia disse...

Sou louca por bacalhau! Essa receita é uma das minhas prediletas - podes me mandar um pratinho? ;D Bjs

monica disse...

Esse livro é uma das duas bíblias gastronómicas cá de casa. O outro é o livro de pantagruel da Bertha Rosa Limpo.Muito bom esse bacalhau.
Bjs.

ameixa seca disse...

Carla, obrigada pela visita. Há séculos que ando para visitar o Carpe Diem e não consigo. Mas vou conseguir ;) Boa semana.
Anna, o livro que eu tenho é de 1982... eu tinha um aninho. Portanto... já lá vão uns quantos anos :)
Joana, pois é... o amigo bacalhau indespensável. Nós é que não somos muito amigos dele... vai para o tacho ;)
Nani, e os tesouros devem ser preservados não é?
Akemi, para quem gosta de bacalhau deve ser mesmo dificil passar sem ele. Eu também acho a capa do livro linda ;)
Edinha, até quem não é fã, come ;) É realmente uma receita muito boa.
Saltapocinhas... ainda bem que gosta de bacalhau. Eu dispenso "maridos" esquesitinhos com a comida. Ou come de tudo ou não come nada ;) Olha eu a ser radical... é por isso que ninguém em leve eh eh
Vivian, obrigada ;) Boa semana
Natércia, é daqueles pratos que se comem muito bem e que se repete em seguida :)
Nela, raios partam o iva dos livros. Depois queixam-se que ninguém lê. Eu tenho a sorte de ter um pai que arrecada livros ;)
Manuela e Marcos, obrigada ;)
Cupido, não me tinha lembrado desse pormenor. Cá em casa não entram dessas coisas a que chamam "comida". Mas já vi muita gente a fazer assim. Tens razão... é o assassínio da gastronomia portuguesa... não é evolução gastronómica.
Rosa, fico agradecida pela tua visita. Vou certamente retribuir :)
Pipoka, a religião é o nome que damos às coisas a que nos agarramos e em que temos fé. Comigo é assim, tenho falta de missas mas não temnho falta de fé e bíblias eh eh ;)
Alegna, vendem sim. Custa à volta de 60€. Estive com um na mão há duas semanas. E garanto-te que não é só esta receita que é boa. É cada uma melhor que outra ;)
Marcia, acho que já não chegaria composto ao Brasil ;) Mas mando-o por telepatia ok?
Boa semana a todos :)

receitinhas da belinhagulosinha disse...

ameixa linda o teu bacalhau ficou lindo.ainda bem que a foto não ficou como tu querias senão já tinha dado cabo do meu ecrã......

esse livro é fantástico.....

queria te convidar para ires para o meu forum da amizade,espero por ti lá mais as tuas receitinhas....jinhos grandes amiga do meu coração

receitinhas da belinhagulosinha disse...

minha doce ameixa é só registar primeiro depois dou-te acesso ao forum.....depois nadas lá...mais nós vais gostar muito mesmo......

amizade pura e sincera do qual já tivemos aki um encontro na marinha grande na minha casa,foi lindo

www.receitasdaamizade.forumeiros.com

jinhos grandes

Docestemperos disse...

O bacalhau À brás é daqueles pratos que por mais que façamos vão ser sempre especial.

ameixa seca disse...

Belinha... já está :) Fiz o registo.
Amélia, o bacalhau é sempre especial não é? ;)
Boa semana

AJUDA PORTUGAL disse...

Ameixa,
Obrigada pela visita e pelo comentario. Das 1001 maneiras de bacalhau eu sempre impliquei com o ...a Braz, mas é mesmo só para implicar, pois adoro de qualquer modo e feitio.
Eu tenho certeza que vou ganhar a guerra, as vezes fico mais desanimada, mas é por pouco tempo,a Miúda Bonita vai ter a sua casa, vai acabar o curso e vai seguir a sua vida.
Vou muitas vezes a Braga, pois tenho algumas reuniões no hospital, um dia destes combinamos e vamos tomar um café.
bjs
Márcia

Ziza disse...

Há tanto que procuro uma boa receita de bacalhau. Aqui é tão caro que só vou olhando os blogs das amigas e não consigo me decidir. Adorei esta aqui.

claudia disse...

Um bacalhau à bráz vem sempre a calhar!

Nana disse...

Ameixinha, sabe como chama esse prato no Brasil: Bacalhau a portuguesa kkkkk
Agora lendo atentamente, reparei que é igual, porém com apresentação diferente.
Bjs

Agdah disse...

Nunca comi, mas agora vou ficar sem sossêgo até provar.

ameixa seca disse...

Márcia, espero que de facto as coisas se encaminhem de forma positiva. Para todos nós porque isto não está nada fácil. Eu vivo no Distrito de Braga mas estou a 23 km do centro. Não costumo estar por lá. É uma questão de combinar o café ;)
Ziza, os olhos vão comendo não é? Aqui temos a sorte de ter bacalhau com fartura, não é barato mas sempre é mais barato que aí :)
Claudia, é mesmo e fácil de fazer ainda por cima ;)
Nana, é verdade. Fora de Portugal tem o nome de bacalhau à Portuguesa. Mas cá é mesmo à Brás porque é o nome do senhor que inventou a receita ;)
Agdá, tenho certeza que vais gostar ;)

joaocrisostomo disse...

é so a minha comida favorita!!!!!

nhamiiiiiii k bom!

ja me abriste o apetite!! =D

Cris Bolbosa disse...

Ameixa, eu tenho esse livro, aliás, é da minha mae, mas está cá em casa. Quando preciso de fazer alguma comida que nao sei bem, lá vou eu consultá-lo. E como sou adepta da comida tradicional portuguesa, é o manual perfeito para se ter numa cozinha.
Jcas
Cris

Smas disse...

Eu adoro bacalhau, mas em Macau custa "os olhos da cara" e só se faz de vez em quando!
Também tenho esse livro e acabo por usar pouco, mas gosto muito.
Bjs

Axly disse...

Amigaaaaaaaaaaaa!!!
Que receita hein, só fez aumentar a vontade que ando de comer bacalhau.
Mas como diz a Smas, aqui custa "os olhos da cara"!
Agora o livro, fiquei com vontade, é mesmo uma bíblia!
Kisss^^

Gulodices disse...

uma das pérolas da cozinha portuguesa!!! Adoro!!!

Bjks

kikas disse...

fiquei fã do seu cantinho adoro tudo desde as histórias às fotos, receitas enfim tudo, continue assim como é, foi assim q m deslumbrou, parabéns
bjs fofos

ameixa seca disse...

João, ainda bem que gostas ;) Eu também!
Cris, gosto de te ver por aqui. Eu também me socorro do livro quando não sei certas coisas ;)
Sandra, aqui já é caro... imagino aí. Mas sabe sempre bem ;)
Axly, pelo menos o livro é caro mas mantem-se sempre connosco :)
App, é uma grande pérola esta. Eu acho ;)
Kikas, obrigada pela visita e pelo comentário generoso. Vou retribuir ;)

Mamã Catarina disse...

Ameixinha, já tinha saudades de te ler e apreciar as tuas receitas fabulosas! Mas desta vez garanto que só saio daqui quando a leitura já estiver toda em dia :)

Este teu Bacalhau à Brás tem um aspecto divinal! Eu quando ainda morava em casa da minha mãe (há cerca de 6 anos atrás) costumava fazer esta receita do modo que ela me tinha ensinado! Usava batata palito de pacote e, tal como tu, também sempre pûs 3 ovos! Mas agora quero ver se experimento uma nova maneira, pois agrada-me a ideia das batatas cortadas por mim e da cebola à mistura :)

Outra coisa que eu adorava, era no dia seguinte fazer uma big omelete com o Bacalhau à Brás que sobrasse lá dentro, fica delicioso! Hás-de experimentar :)

Beijinhos!!

ameixa seca disse...

Caratina, não uso batata palha de pacote. Aqui em casa não gastamos disso ;) O sabor da batatinha fresca é outro :) Por acaso nunca me ocorreu a omolete mas cá em casa nunca sobra nada ;) Quando sobrar já sei ;)