domingo, 29 de junho de 2008

Intercâmbio Culinário: História de Cozinha Vaca Atolada


Depois de aceitar o grande desafio de cozinhar um prato brasileiro, chegou a vez de preparar a receita que escolhi: vaca atolada.
A primeira curiosidade que tive foi saber porque é que a receita se chamava de vaca atolada? De tanto procurar encontrei uma que me satisfez a curiosidade. A história deixou-me bem disposta. Este é um prato típico da região de Minas Gerais. Na altura da chegada da Coroa Portuguesa ao Brasil, eram os tropeiros (condutores de tropas/comitivas) que carregavam as carnes (e outros bens) nas suas carroças. Quando eles iam da serra para a cidade de Minas Gerais, passavam por terrenos irregulares e íngremes. No período das chuvas os terrenos ficavam em lama e o gado que empurrava as carroças ficava encalhado e não prosseguia. Como transportavam carne de vaca e tinham que se alimentar quando encalhavam, fizeram um prato com mandioca e vaca ao qual chamaram de vaca atolada.


Bem... eu nunca tinha provado mandioca, nunca tinha comprado mandioca, não sabia a que cheirava mandioca. Mas tava com muita vontade e entusiasmo para saber ;) Fui ao supermercado e vi a mandioca lá na prateleira. Fiquei a olhar... como um burro para um palácio. Como é que eu saberia que aquela mandioca ali à venda estava boa para consumo? Depois de pensar e andar ali às voltas a fazer que escolhia bem a mandioca (eu armada em conhecedora do produto em causa eh eh) peguei em duas mandiocas e vim embora ;)


Quando cheguei a casa a minha mãe perguntou se "aquilo" é que era a mandioca. "Aquilo" não tem muito bom aspecto, não é uma visão super agradável nem nada disso. Mas disse à minha mãe que, se o meu pai não se portasse bem, ela podia usar o pau de mandioca para acertar nele eh eh ;)


Em seguida telefonei para o meu talho/açougue de confiança a perguntar se tinham costela de boi. Disseram que sim, mas que não costumam vender isso, porque é duro e ninguém quer. O homem deve ter pensado "tanta carne boa e esta quer levar os ossos com carne dura". Mas ele nunca tinha provado vaca atolada e eu também não. Restava-me descobrir o sabor.


Decidi fazer a vaca no Domingo. No sábado começei os preparativos e resolvi partir a mandioca. Aiiii, que tortura! Mandioca é muito duro. Fiquei com a minha mão toda vermelha de tanto esforço para parti-la. A Nana, depois disse que já compra ela partida e lavada (sorte hein?) é só cozinhar. Ela também me avisou que a mandioca tem uma espécie de fio no meio e que convém cozer antes e retirar esse fio. Também pouparia no tempo de cozedura com a carne. Fiz esta receita para mim e para a minha mãe. O almoço de Domingo foi só nosso :)



Fiz assim com estes ingredientes:


1 kg de costela de boi (cortada aos pedaços)


2 unidade(s) de cebola picada(s)


6 dente(s) de alho picado(s)


2 tablete(s) de caldo de carne


quanto baste de Óleo de soja (usei azeite)


800 gr de mandioca em pedaços grandes


quanto baste de cheiro-verde picado(s)


Tive que perguntar à Nana o que era cheiro verde. Eu não sabia! Afinal é salsa e cebolinho :)



Preparação:


Primeiro cozi a mandioca com uma pitada de sal durante 10 minutos na panela de pressão. Deixei arrefecer, retirei os fios e reservei.


Temperei a carne com alho e sal. Coloquei no fogão uma panela de pressão sem a tampa, o azeite e fui colocando aos poucos a carne para dourar. Fritei metade, reservei e depois fritei a outra metade. A carne deve ficar bem dourada, bem fritinha, mas não queimada. Isso é muito importante, que ela fique bem dourada por todos os lados. Depois disso, adicionei a cebola e o alho para dourar também, sempre mexendo. Coloque os dois cubos de caldo de carne (demasiado para nós que não estamos habituadas a usar caldos na comida, um cubinho é mais que suficiente). Pus água na panela de forma a cobrir a carne (não cobri a carne, pus menos água) e tapei a panela para cozinhar em pressão. Quando começou a chiar, deixei cozinhar por 20 minutos (40 minutos é demasiado tempo, eu não como carne de vaca dura e em 20 minutos esta ficou tenrinha). Cozida a carne, coloquei a mandioca em pedaços, para misturar dentro da panela. Dei uma mexida com a panela para misturar a vaca e a mandioca, retirei salpiquei a travessa com bastante cheiro verde picado.


Agora vou dizer-vos o que eu fui achando ao longo da preparação da vaca atolada. Quando a mandioca começou a cozer, veio um cheiro ao meu nariz que me encantou. Quando a mandioca está crua ela não cheira muito bem. Mas quando coze cheirou-me a algo muito parecido com castanhas. É um cheiro muito bom... abriu logo o apetite.


Como eu e a minha mãe nunca tinhamos provado mandioca, tratamos de experimentar logo que a retiramos cozida da panela. Só há uma palavra: maravilhoso. Eu e a minha mãe de volta da mandioca a comer assim mesmo. Como eramos as duas ao almoço, ainda sobrou para o jantar. Até o meu pai comeu e gostou ;) Bom sinal... Aconselho todos a fazer e a provar. A carne de vaca fica óptima e a mandioca com o cheiro-verde dão um toque super especial. Na foto dá para ver que eu levo tudo à letra. Quando diz que é bastante cheiro verde, eu coloquei mesmo bastante cheiro verde e ainda tinha um pratinho junto a mim para espalhar mais cheiro verde no meu prato. Gostei muito mesmo... gostamos todos! E agora vou passar a utilizar mais mandioca cá em casa ;)


Para quem ainda está reticente em aceitar participar deste intercâmbio, eu aconselho vivamente a aceitar e a fazer parte desta "cozinha". A sensação de cozinhar algo que não é típicamente nosso, é extraordinária e enriquecedora. Este intercâmbio aproximou-me mais da Nana e, creio que é uma experiência que permite desenvolver e fortalecer laços com pessoas que contactamos através da net. Atrevam-se :)

41 comentários:

edinha disse...

A vaca atolada saíu um primor!
Está com um aspecto fantástico.Nunca experimentei as mandiocas também porque é a tal coisa de ficar a olhar para elas sem saber bem o que fazer ,mas parece que afinal é bom :)
A costela de boi pensava que eram as nossas coteletas de novilho afinal parece que não é :)
Beijinho

Natural Naturalmente disse...

Ola!!
Realmente mandioca é o máximo, podemos usa-la como a batata doce.
Frita fica de comer e chorar por mais;
Cozida e polvilhada com açúcar, hum, hum, hum...
Pudim de mandioca pode ser feito de mil maneiras;
Mas em em 24 anos de Portugal eu nunca comprei uma raizinha que fosse... vai-se lá saber porque...
Boa Semana.
Márcia

Ziza disse...

Puxa ficou lindo. Sabe que mesmo morando por aqui nunca comi vaca atolada?
Parabéns!

Marcia disse...

Gostei de conhecer a história da vaca atolada... Vc acredita que nunca comi? O prato ficou lindo, e o teu jeito de escrever é muito envolvente. A idéia do intercâmbio é ótima! Bjs, e boa semana.

Nana disse...

Amigaaaa
que lindo ficou seu prato, estou emocionada!
Que bom que amou!
Adorou!
Vou fazer um livro de receitas para vc só com mandioca hehehehe
bjs

Marcos disse...

Ameixa não me venhas tentar!!!Olha que parece muito boa...um beijo. Marcos:*))

ameixa seca disse...

Edinha, se todas as vacas atoladas ficavam assim... até acho que os tropeiros faziam de propósito para atolarem as carroças ;) A mandioca desde que não vejas pedaços podres e cheios de mosquitos é boa. Se estiver durinha está óptima para comprar :) A costela de boi/vaca não são costeletas de novilho. É mesmo costela :)
Márcia, mandioca é muito boa na versão salgada. Imagino na versão doce... ui ;)
Ziza, vaca atolada é mesmo bom... fiquei fã e nem gosto muito de carne de vaca. Imagina! ;)
Marcia, tens que experimentar. A mandioca no meio da vaca é uma perdição. O intercâmbio precisa de mais pares. Se estiveres interessada é só contactar connosco ok?
Nana, fico à espera das receitas. Fiquei curiosa em provar algo doce feito com mandioca ;)
Marcos, eu se fosse a tia deixava-me tentar. Eu deixei e olha que o resultado foi fantástico ;)

Letícia disse...

Ameixinha, devo dizer que mandioca é algo maravilhoso mesmo!!Experimente cozinhar e fritar, com um copo de cerveja é tudo de bom. Dá pra fazer muita coisa com ela, pão, bolo, pudim, nhoque, vou listar aqui até amanhã, mas a melhor é fritinha mesmo. Ri muito desta experiência, vc ligar pro açougue e ele achar estranho comprar costela, muito bom...
Devo dizer, aqui onde moro a gente compra mandioca na porta de casa, passam pessoas com carrinho vendendo, o rapaz descasca na hora, é só lavar e cozinhar.
Adorei a experiência, um beijo.

pipoka disse...

Eu já desconfiava que arranjar mandioca não era tarefa fáicl, mas está visto que vale a pena. Gostei muito da receita e das coisas que aprendi neste post. Esta ideia do intercâmbio é mesmo óptima.

bjs

shiuuuu disse...

Convido-te a participares no desafio do Shiuuuu...
... já experimentaste gritar num quarto escuro?

Marizé disse...

Adorei ler a história dessa experiencia bem sucedida.
E fique cheia de vontade de preparar mandioca.

Bj

cupido disse...

Parabéns pelo prato e pela descrição; deve ter ficado muito bem. Já tinha visto esta receita em alguns sítios, mas nunca me tinha tentado; quando arranjar uma boa costela, acho que me vou aventurar.

Larissa disse...

Huuuum adoro vaca atolada, adoro mandioca... essa receita é mesmo maravilhosa. Experimente colocar bananas descascadas e inteiras por cima de tudo quando a receita estiver quase pronta. A banana vai ficar molinha com a "quentura" do cozimento... fica uma delícia. Bjs e boa semana, Larissa =)

Noémia disse...

Querida ameixa, achei a descrição da demanda da mandioca e do resto, absolutamente fantástica, bem disposta e farte-me de rir.:)
Já comi qualquer coisa deste género, há uns tempos só que não tinha tanto " cheiro verde"!

Agdah disse...

Lá em casa (na Bahia) o nome é "aimpim" e mais ao norte é macaxeira. Nós adoramos fazemos bolos, pudins, purês. Comemos cozido ou frito, no café-da-manhã com carne, mas nunca provei a tal vaca atolada. Na próxima viagem, provarei com certeza pois levarei sua receita.

ameixa seca disse...

Letícia, pois é, aqui é muito diferente :) Eu a partir mandioca foi uma aventura ;) Estou ansiosa para provar a mandioca em doce... deve ser maravihoso.
Pipoka, valeu o esforço... realmente já se podia facilitar a vida de quem quer cozinhar mandioca :) O intercâmbio é fixolas eh eh
Shiuuu, o desafio julgava que era para estar caladinha e não para gritar num quarto escuro. Infelizmente nunca gritei num quarto escuro porque existe sempre um bocadinho de luz na minha vida :)
Marizé, imagina a minha emoção ao preparar algo que nunca tinha provado. E agora depois de provar a emoção ainda é maior.
Cupido, de facto é um prato delicioso. Para quem já provou mandioca não deve ser surpresa nenhuma. Experimenta ;)
Larissa, obrigada pela visita :)Eu não sou grande fã de bananas mas hei-de experimentar para provar :) Obrigada.
Noémia, exagerei no cheiro verde :) Foi mesmo mas olha que não sobrou nenhum... ficou maravilhoso ;)
Agdá, carne e aipim no café da manhã? Ui... eu gostei da mandioca e da carne, mas o meu pequeno almoço continua mediterrânico ;)Incrível como há pratos do nosso país que nós nem provamos ainda. Aconteçe o mesmo cá :)

Talula disse...

Mas essa menina faz vaca atolada melhor que brasileiro! Tá de parabéns, ficou lindo!
:)
Beijo

P.S. Aipim é bom, né?

Luciana Macêdo disse...

Aventura-se mais e experimente fazer bolinhos fritos, comer bem quentinha com açucar (no blog)e tantas outras delícias. Parabéns pelo resultado ficou divino.
Bjs!

anna disse...

Ameixa, adorei o teu texto, do principio ao fim... a tua escrita é tão ou mais deliciosa do que a tua comida!
Nunca comi mandioca, nem sei se terei coragem de me aventurar sozinha nessa experiência.
Beijinhos e parabéns.

Manuela disse...

Eu até comia vaca atolada, já pronta :P
Tenho andado preguiçooosa...
De facto esse intercâmbio é muito giro.

Beijinhos

ameixa seca disse...

Talula, que exagero! Eu acho que ficou um prato lindo mesmo, mas daí a fazer melhor... não sei ;) Aipim é muito bommm
Luciana vou procurar a receita para fazer ;)
Anna, obrigada ;) A vaca, por ser vaac, também merecia um texto mais ou menos arranjadinho eh eh :) Eu aventurei-me sozinha Anna e ainda bem...
Manuela, realmente não tens postado muito... mas quando o fazes é em grande ;) Eu continuo a passar todos os dias a ver se tens novidades ;) Vaca atolada é muito bom.. experimenta ;)

Letícia disse...

Ameixinha, já que está tão entusiasmada com a mandioca, passa lá no meu blog e procura em pães uma receita que eu fiz, é muito boa. Vou ver se coloco uma de bolo assim que der. Bjos.

claudia disse...

Humm, fiquei curiosa acerca deste prato. Deve ser muito bom!

Axly disse...

Ameixaaaaaaaaaa querida!
Eu tô louca de vontade de comer vaca atolada agora^^
Muito legal todas as impressões que você teve do prato.
Kisss^^

Mamã Catarina disse...

Gostei muito de ler este teu post e ficar a conhecer a tua primeira experiência com a mandioca! E convenceste-me, hei-de comprar também :)

Mas diz-me uma coisa, caso saibas! Há outra forma de cozinhar a mandioca que não na panela de pressão? É que eu não tenho uma ainda :(

Beijinhos e boa semana!!

Mamã Catarina disse...

Deixei-te um desafio no meu cantinho! Assim que puderes vai lá espreitá-lo :)

Beijinhos e boa semana!!

receitinhas da belinhagulosinha disse...

k maravilha ameixinha,belo prato sim senhora tb gosto experimentar receitas de outros países..........bjokinhas

Cris Bolbosa disse...

Ameixa, que gosto dá ler os teus posts, a maneira como descreves as situaçoes, nao se limitando somente às receitas. Dá gosto de ler. E essa vaca atolada deve er ficado uma delicia, apesar de eu nao conhecer a mandioca.
O teu gatinho está um mimo, uma ternurinha ;)
Jcas
Cris

ameixa seca disse...

Letícia, já passei e já vi. Ficou com óptimo aspecto. Mas para começar preciso de uma receita mais simples eh eh
Cláudia, é muito saboroso e fácil de fazer até ;)
Catarina, se não for com panela de pressão é numa panela normal... como fazia toda a gente antes de ter panela de pressão. Já vi o mimo... depois passo para ir buscar ;) Obrigada!
Belinha, e com isto aprendemos mais umas coisinhas de cozinha ;)
Cris, fico feliz que andes por cá. Muito obrigada pelas palavras ;) O Matias anda um maroto... não pode ver pés que ataca logo ;)

R.correia disse...

olá meixinha adorei o teu blog,e já o adicionei na minha lista...bj

ameixa seca disse...

Olá Raquel! Ainda bem que apareceste por cá :) Ainda não conhecia o teu blogue e já descobri que vivo a 10 minutos da tua cidade ;) E que, pelos vistos, partilhamos a mesma profissão (muito em voga nestes dias que correm) :)

Carmencita disse...

Vivendo e aprendendo, a brasileirinha aquí,adora esse prato mas pensava que fosse nortista, pois no norte é que se come muita macaxeira com carne de sol.Macaxeira, aipim ou mandioca. Aquí conforme a região muda de nome, até a cor, tem uma que é bem amarelinha, cozida e frita com sal fica deliciosa.
O teu prato ficou lindo e apetitoso.Gostei daquí e voltarei mais vezes.Bjss

Nani disse...

Adorei conhecer a história da dita cuja, isso é que foi uma aventura e tanto, ainda bem que gostaram da vaca atolada, eu preferi fazer o doce tb por ser mais rápido, depois publico, as fotos e como sempre as histórias que envolvem as tuas receitas são sempre do melhor, bjs

ameixa seca disse...

Carmencita, obrigada pela visita :) Amarelinho não sei se tem aqui. Mas branquinho é muito bom ;)
Nani, foi uma bela aventura. Aposto que tambem deves estar a gostar da experiência, não? :)
Abraços

Mamão com açucar disse...

Olá, adorei o seu blog, o seu post e a sua vaca atolada. Amei a idéia do intercâmbio e interessei-me em participar, acho muito interessante conhecer outras culturas, e fiquei fascinada em descobrir a origem do nome deste prato por seu intermédio, é incrível, pois sou brasileira já fiz esta receita várias vezes e fazia uma associação totalmente equivocada do nome da dita cuja.
Tá vendo a valia do intercâmbio????
Como faço para participar???
AH!!! No meu blog tem uma receitinha de caldo de mandioca com queijo provolone, se gostar de caldos garanto que vale a pena, a outra dica é comê-la ainda quente com manteiga, é de comer rezando.
Parabéns pelo blog.
Fernanda
http://mamaocomacucar.sampasite.com

Akemi disse...

Ameixa, já ri com o "aquilo" da mandioca! rsss Estou adorando este intercâmbio entre vocês! parabéns! Bjs

ameixa seca disse...

Olá Fernanda! Obrigada pela visita e pelo comentário ;) Vou passar no teu blogue para ver o caldo de mandioca :) Quanto ao intercâmbio, claro que podes participar. Passa no blogue http://intercambioculinario.blogspot.com/ para leres um pouco acerca deste desafio e, se quiseres, envia um mail para intercambioculinaria@gmail.com a dizer que estás interessada. É só convidares uma blogueira portuguesa e dar inicio ao desafio :)
Akemi, é verdade "aquilo" virou uma bela surpresa :)

Dama do Lago disse...

Mas que aventura :)! Eu estava a ler o teu relato como que lê um policial, ansiosa para saber em que é que isso ia acabar! Looooll! Tenho pena de agora não ter muito tempo para estas coisas, pois adoro experiências culinárias :)

ameixa seca disse...

Dama, vai-se ver e o meu futuro é escrever policiais ligado à culinária eh eh :)
No fim de semana tira-se um tempinho para fazer estas receitas deliciosas e que não conhecemos. É muito bom ;)

oquefazerprojantar disse...

adorei saber como a "vaca" se "atolou"!!!
que lindo nome para uma um prato! deve ficar mesmo saboroso!

ameixa seca disse...

Marien é uma boa história esta da vaca, não? Eh eh
Fica de facto super saboroso. A mandioca é óptima ;)