terça-feira, 29 de junho de 2010

Um fenómeno é o que é!

É certo e sabido que tudo que eu semeio nesta casa insiste em não germinar nem crescer, mas tudo que não é semeado lá dá o ar da sua graça! A única coisinha que vai fazendo as minhas delícias são os girassóis que todos os anos me brindam com as suas gigantescas flores. Haja algo que se dê por aqui!
De resto, há tomates, morangos, malaguetas e flor-de-lis que não sabemos bem de onde vieram. Quer dizer, saber até sabemos... devem ter sido os passarinhos que aliviaram a tripa ao passar por aqui :) Haverá algum que coma moedas? Uma árvore das patacas ia dar tanto jeito he he


Morangos, poucos mas bons!

Flor-de-lis. Eu achei que era da minha mãe e a minha mãe achava que era minha. Afinal é de todos porque ninguém a semeou :)

Girassol carregadinho de girassóis.

Depois há o reverso da medalha, aquilo que se dá muito bem, que está verdinho e fresco de repente fica assim. Tanta cidreira e hortelã que eu queria secar para fazer chá e que ficou neste lindo estado. Estou sem saber o que raio é, só sei que está tudo estragado e nem me atrevo a usar para cozinhar, muito menos para fazer chá. Há quem diga que foi do frio e do excesso de calor. Eu cá acho que algum bicho!


Já cortei metade da hortelã e da cidreira para deitar fora, mas gostava de saber o que é isto e se há alguma maneira de combater.


Nem o alecrim escapou mas acho que o mal desse é piolho, ou pulga ou o que seja. Há bichos que não sei distinguir. Se alguém souber de algum remédio caseiro para isto, eu agradeço :) Químicos não uso.

E por falar em Natureza, na beleza e também nos estragos, peço que se dirijam ao blog da Patty, Aqui na Cozinha, e leiam com atenção o que tem acontecido no Brasil (infelizmente também noutros países por esse mundo fora), mais precisamente em Pernambuco, e vejam se podem ajudar de alguma maneira. Nunca sabemos quando vamos ser nós as vítimas desta natureza que martirizamos todos os dias e que nos tem mostrado o quanto se sente ferida com isso.

Continuação de boa semana!

51 comentários:

Abóbora Amarelinha disse...

As minha uvas tambem estão cheias de "mal" mas os figos ,as ervas daninhas a hortelã, a pera abacate a nogueira e os tomates estão lindos já a minha cabaça de esgoto nem se fala cresce a olhos vistos todos os dias.
Eu até fazia um post da minha "farmville" mas está tão badalhoquinha que nem vale a pena.
As tua flores "sem dono" estão lindas.
beijinhos

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Tenho estado para por um post sobre alho, mas tenho vindo a adiar... nele indico um remédio k não custa experimentares:

Deixas cascas de alho em agua 24 horas depois borrifas com isso.

Outra:

Dissolver sabão azul e branco em agua e borrifar. mata-is por asfixia portanto tens de deixar secar e depois lavas a planta.

:)

Girasois são lindos mas nunca tive
Flor de lis deram-me e eu dei à minha mãe

Isabel disse...

Adorei a flor-de-lis, é linda! Que pena que nenhum passarinho se tenha aliviado aqui na minha varanda para me deixar uma dessas!!
O Alecrim tem mesmo piolho. O que eu costumo fazer é tentar tirar o máximo possível de piolho com um trapinho molhado, mas nunca se consegue tirar tudo :( Só mesmo com químicos.
Bjs

Abóbora Amarelinha disse...

Ah! esqueci-me de dizer... tenho uma frota de carrinhos de supermercado heheheheheheh.

Nani disse...

Eu também tenho cidreira e hortelão para apanhar e secar, quanto á salsa a toupeira come-a todinha, bjs.

Salsa Verde disse...

Olá linda,
Apesar das pulgas ou piolhos, tens aí umas lindas fotos e umas flores espectaculares. Daqui por uns dias, aposto que os moranguitos estarAo bem vermelhinhos e sumarentos!
Beijinhos,
Lia.

familia antunes disse...

É sempre uma alegria sair de casa e ver um colorido imenso...
Gostei muito do que vi....
Eu de agricultura não percebo lá muito...na verdade quando faz falta fazer algo no jardim peço sempre ao meu tio...
Quando estiver por casa posso perguntar e depois digo-te algo...
Obrigado por partilhares...

P.S. As fotos estão muito bonitas...

Beijinhos nossos e boa semana...

Graça Noronha disse...

A maneira caseira mais ecológica de fabricar um insecticida é com sabão:
-- 2 kg de sabão (de potassa) / 100 L de água - pode ser o sabão azul e branco cortado aos bocados e dissolvido de um dia para o outro em água morna. Também pode ser um sabão de potassa em formulação líquida, próprio para agricultura.
-Pode-se juntar a esta calda de sabão cerca de 1 L de óleo de cozinha (não usado), para potenciar o efeito.
-Importante é a aplicação. Deve molhar bem a planta e os insectos. Alto volume e com pressão suficiente.
Em relação às ervas aromáticas sempre ouvi dizer que se devem colher no dia de S. João depois de estarem expostas ao orvalho da noite. Já estavam doentes nesse dia?

Sandra G disse...

Vê lá se mandas os passaritos virem para estas bandas!!! :)
Os morangos devem ser bem saborosos.
A flor de lis e os girassois, estão bem lindos.
Até dá dó de ver a hortelã, a cidreira ficar assim.

Bjs

Sónia Alexandra disse...

Fotos lindas amiga. Desculpa a ausência, mas não tenho andado bem da psique. Jinhos doces e resto de boa semana.

Margarida disse...

Minha querida, do que consegui perceber pelas fotos do alecrim parecem-me pulgões. Tive uma praga recentemente. Atacaram as minhas roseiras todas e o aipo, não se agarraram a mais nada. No aipo então nem se via o verde, só bichos.. Não consegui salvar as roseiras e eles acabaram por comer as folhas todas. O aipo catei-o e tem-se aguentado mas tenho que andar todos os dias a ver se há nova colónia.. É pena mas chega a um ponto que não conseguimos dar conta deles.. Por exemplo o manjericão eu não consigo criar de maneira nenhuma.. Compro-o envasado já um pouco crescido e uns tempos depois cria uma aranhita que não se vê que rata as folhas todas e o seca em pouco tempo. Agora tenho um em casa, na janela da cozinha, deixa lá ver quanto tempo dura..
beijos

Rachel disse...

Que lindos girassóis,

Lá pela minha horta tudo se dá, mas lá quem espalha as sementes são so gatos, qdo aliviam a tripa, he he he


Beijinhos

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Quanta coisa maravlhosa...nada como natural...

bjssssssss

ahhhhh....VOTE EM MIM! ;)

Abelha Maia disse...

Opá eu é que vivo na terra dos Fenómenos.
bjssss

Bella disse...

Olá

A minha cidreira está também toda queimadinha, mas aqui em Aveiro é mesmo do vento! A minha sogra aconselhou-me a podá-la pois segundo ela a cidreira volta a rejuvenescer. Quanto ao pulgão, tenho as minhas ficóides (tapete mágico) cobertas de pulgão preto. Rego por cima das folhas e pelo menos algum pulgão parece que morre. Pelo menos agora vê-se mais verdinho! Bjs

Carla disse...

Ameixa, tenho um pequeno presente no meu blogue para ti. Passa por lá.
Beijis.

Kristininha disse...

Ameixinha, "ajuda" não te posso dar...Mas felicito-te pelo teu pedacinho de terra! E pelas tuas "dádivas" que te apareceram e que tão lindas são!
Beijinhos

moonlight disse...

Olha que sorte, girassóis e flores que nascem sem dar trabalho!
Por aqui tudo o que nasce foi semeado por alguém e depois para sobreviver a este calor tem de ser regado todos os dias à noite. Afinal a terra dos fenómenos já não é aqui ao lado, deve ser mais para norte!!!!
Bjs

PS. A dica da água com sabão para os piolhos do alecrim é interessante. Será que resulta?

Saltapocinhas disse...

não te sei acudir, não sei o que fazer com essa bicharada.
a minha mãe costuma borrifar o piolho com detergente da loiça (diluído em água) e diz que resulta.
eu deixo andar os bichos...

no meu quintal também nasceram espinafres onde não semeei, e não nasceu nem 1 onde eu tinha semeado!

Cristina disse...

Ameixinha, não te posso ajudar, não entendo nada dessa bicharada e de plantações (mas gostava!), só te posso dizer que se tivesse girassóis dessa categoria no meu quintal andaria sempre bem disposta :)

Fla disse...

Sabe o que minha mãe usa para matar o pulgão? Ela faz uma infusão de 250 ml de água com 1 cigarro esmigalhado. Deixa descansar por 4 dias e depois esborrifa isso na planta, aí o pulgão morre. Por aqui funciona bem.
=)
Beijos

Cucchiaio pieno disse...

Ameixinha, a mesma coisa aconteceu com meu vaso de salsa e com um vaso de flor, também estou sem entender!

Muito triste mesmo a situação de Pernambuco. Tenho muito medo da mãe natureza!
Bjim
Léia

Adriana disse...

NUNCA TINHA VISTO UMA FLOR DE LIZ!
AMEI SEU CANTINHO.
BOA SEMANA

Abóbora Amarelinha disse...

Vim deixar um grande beijo aos teus piolhos, carraças, pulgas e melgas, pois graças a eles aprendi montes de remédios caseiros!

Tatiana disse...

Ameixinha fiquei encantada com a flor-de-lis, nunca vi aqui pelo Brasil!!!
Essa pragas realmente são difíceis de se exterminar sem química, perdi meu pé de sálvia recentemente. Tentei todos os remédios caseiros e nenhum funcionou!
Boa sorte com suas plantinha!
Bjs

Marly disse...

Ameixita,

Eu também (para minha grande frustração) não tenho os "dedos verdes", como se diz. Já uma das minhas irmãs se dá maravilhosamente bem com as plantas. Mas eu espero um dia melhorar, rsrs. Eu me ri com o teu comentário porque em certa ocasião eu me esforcei (durante dias) plantando sementes de flores num canteiro, cá em casa e, qual não foi a minha surpresa ao constatar que germinava coisas diferentes das que eu havia plantado! rsrs. Saibas, porém, que essas plantas que germinam sem serem plantadas (como as tuas aí), tiveram as sementes carregadas pelos ventos e aves, não necessariamente nas víceras, rsrs.
Por fim, os pontos brancos em tuas plantas parecem cochonilhas. Eu as extermino com o preparado abaixo (que serve também para pulgões):

Picar 10 g de fumo de rolo em ½ litro de água. Leavar a ferver
por 10 minutos. Coar e acrescentar mais 2 litros de água. Adicionar
2 a 3 colheres de sabão neutro (de coco) ralado e deixar por 24
horas. Após este período coar novamente e diluir em 4 litros de água
e aplicar no mesmo dia.

outra receita:

Acrescentar 50ml de óleo mineral em 1 litro de água e pulverizar nas plantas.

Obs: Quando a planta já foi muito atacada, após a aplicação do remédio a folha pode continuar amarelada, mas com o tempo ela se recupera.

Beijinho

Fátima disse...

Quisera eu ter um pedacinho de terra, nem que fosse só para ter ervas daninhas! snif snif :(
Vivo engaiolada num raio de um "apertamento"!!

Laranjinha disse...

Querida Ameixinha,

adorei conhecer um pouco do teu quintal.
Curiosamente a minha hortelã também tem essas manchas brancas na folha :(

Um beijinho,

Ana Powell disse...

Tens uma variedade bem boa e bonita de plantas.
Remédio caseiro não conheço nenhum, mas podes usar insecticidas biológicos ♥

a dona do tacho disse...

Ameixa
Viseu é linda não é?
Adorei o post de lá.

Vivis disse...

Querida, eu usei nas minhas plantas a mesma coisa que a Marli, o remédio feito com fumo de corda e dá certo, mata mesmo essa praga de pulgão.Os pulgões atacaram a minha salsinha e as conchonilhas sempre atacam meu pezinho de lichia, nem sei se o coitadinho vai pra frente...

Beijos!

ameixa seca disse...

Beeeemm, não estava à espera de tanto comentário. Obrigada pelas dicas :) Andei dois dias a borrifar com líquido da loiça diluído em água mas desanimei porque não vi resultados e porque o matagal de erva cidreira e hortelã é imenso e as mãozinhas cansam a meio ;)
Vou continuar a tentar porque ninguém fuma cá em casa, não sei o que é fumo de corda nem sabão de coco. Às vezes dá-me ganas de desbastar tudo...
Boa noite a todos e obrigada pela ajuda!

Rachel disse...

Ameixinha, minhas pimentas também estão atacadas pelos pulgões...as dicas da Fla e da Marli são muito conhecidas por aqui e de grande resultado, já vou começar com o de fumo, espero que encontres uma saída, não desista.
Bjuss!!!

Emília disse...

Eu já tentei fazer uma mini horta aqui, mas depois de um tempo ficou tudo cheio de bichinhos, que nojo, foi tudo pro lixo...
O girassol tá lindo!
Beijinhos

Lucie disse...

também nao conhecia a flor de lis...é muito bonita!:)e adoro girassois!
boa sorte para o combate aos pulgoes (as minhas flores estao cheias tambem)...e fico muito contente por nao usares quimicos!:)
quando tiveres um metodo de combate eficaz e ecologico, transmite-me se faz favor:)
beijinhos!

turbolenta disse...

À minha hortelã e erva cidreira aconteceram o mesmo.Assim que o tempo começa a aquecer muito acontece isso. Quem as tem em vasos, deve cortar os pézinhos com uma tesoura ,junto aos caules que daí saem.A isto chama-se podar. E depois os vasos devem ser mudados para um sítio onde estejam á sombra e serem regados com frequência sem contudo terem constantemente as raízes encharcadas em água.POrtanto, mesmo com calor 2 vezes por semana. Depois as folhinhas começam a rebentar muito viçosas passado uns dias.
Os piolhos:
Nas roseiras eu costumo limpá-los quando eles começam a aparecer e assim nunca deixo a praga instalar-se.
Mas eu sei que o meu marido costuma fazer uma mistura com sonasol verde e água (e não sei se mais alguma coisa mas logo já lhe pergunto) e pulveriza as folhas com os piolhos. Só que agora, como está muito calor se calhar é capaz de ser um produto muito forte e acaba por matar a planta també,

E a respeito de coisas que aparecem sem semearmos: NUnca me lembro de ter acontecido tal, mas o ano passado apareceu no jardim um loureiro. Achamos graça e deixamos crescer. O pior é que agora tenho loureiros em todo o lado e se crecem...já pensei fazer um negócio com a Sonae, pois da maneira que os meus crescem e o preço a que eles vendem cada caixinha de esferovite, acho que ganhava uns valentes € €
lol lol,

ameixa seca disse...

Rachel, esses bichos são piores que carrapatos mas foi o primeiro ano que me aconteceu. Acho que é por causa da temperatura que está muito instável!
Emília, é uma pena!
Lucie, não uso químicos, prefiro deixar a planta morrer e ficar sem ela...
Turbolenta, tenho as aromáticas num canteiro no pátio mas não estão à sombra, à tarde apanham bastante sol mas não tenho onde as colocar. Tenho um bocado de cidreira num vaso, vou ver se a corto e se nasce de novo. Obrigada pelas dicas :)

conceicao disse...

Ameixinha não consigo ver bem, mas experimenta isto (eu uso para os bonsais)
3 partes de água (uso chávena café como medida)
1 parte álcool etilico
2 esguichos de detergente da loiça
destas tudo num frasco que dê para borrifar e molhas a planta com isso durante uns dias.
Bjs

Fabiana disse...

Essa é a vantagem de morar numa casa.
Ah, como queria um quintal bem grande para plantar e plantar.
Mas no meu apertamento, só consigo algumas plantinhas, e um pé de salsinha que ganhei de uma amiga.
Amei os seus girassóis.
beijos

Gina disse...

Pra começar, a flor-de-lis é linda!
Sabia que o girassol tem simbologia de fama e felicidade? Apenas um detalhe, pois não me apego a essas coisas, mas pra animá-la não deixo de citar...
O girassol pode inibir o crescimento de plantas daninhas (alelopatia).
Vou pesquisar aqui algo que possa ajudar no combate às pragas e volto, ok?
Bjs.

Gina disse...

Voltei...
As flores de girassol (orgânicas, claro) são comestíveis, mas nunca me atrevi a prová-las...
Ó, seu alecrim parece que tem cochonilas e há vários tratamentos caseiros, vou te passar por e-mail, porque vai ficar extenso, ok?
Bjs.

Eu disse...

Olá! Bom eu iniciei uma mini horta na minha varanda e o que ela mais tem dado tem sido piolho verde, vermelho, lagarta preta , lagarta verde.......uff! Mas a luta continua e depois de alguns remédios caseiros que nem sempre funcionaram descobri agora uma mezinha fabulosa:
1 alho 1 litro de água, triturar o alho na água, coar e pronta a pulverizar! Mata piolho, lagarta! Até agora resultou nos pimentos, salsa, menta, hortelã!
Neste momento é a minha receita para a bicharada!
Gosto muito do seu blog, está nos meus preferidos no meu blog!

ameixa seca disse...

Conceição, estou a fazer com água e detergente da loiça, essa do álcool não sabia. Obrigada :)
Fabiana, moro numa casa (que não é minha) mas não tenho quintal. São apenas uns canteiros em que vou semeando plantinhas :)
Gina, eu não ligo a nada disso. Semeio girassóis gigantes porque acho-os maravilhosos :) As sementes já provei, flores nunca comi. Os meus girassóis são orgânicos.
Eu, essa do alho parece-me bem... é coisinha que eu tenho sempre cá por casa :) Obrigada.

AMÉLIA TORRES disse...

Realmente estou espantada com o novo look do teu blog, gostei muito de o visitar. Confesso que há muito que não passava por aqui nem por nenhum outro mas quero dizer-te que está tudo muito bonito, muito agradável ao olhar. Parabéns!

RUTE disse...

Este artigo é mesmo daqueles de alegrar a vista :) Bem ao estilo que gosto e admiro, com muita natureza!
As minhas flores preferidas são os girassois. Já os tive aqui na horta de varanda e são um sol privado diário!
Agora outro assunto: Nem imaginas o q perdes em nunca ter experimentado ervilhas frescas. Têm um sabor esplendido, bem diferente das congeladas. Eram capaz de se dar bem por aí. Compra umas sementinhas na net. É barato!
Beijinhos.

Noémia disse...

Olha faltava eu, vir aqui deixar uns "bitaites".
Chuva, frio e sol desregulados como tivemos aqui há uns tempos, tem esse efeito perverso nas plantas.
Quanto à cidreira e à hortelã, eu cortava-a e já está. Ela rebenta outra vez todos os anos.
Para o alecrim eu acho que valia a pena pedinchares dois ou três cigarritos a algum vizinho fumador e deixar o tabaco desfeito, de molho na água, durante dois ou três dias e depois borrifar a planta com a água, uns dias seguidos.
se não te quiseres dar a esse trabalho, eu conheço alguém que te arranja umas mudas novas, nas calmas. ;)

Moira disse...

Eu de pragas não percebo nada, muito menos do tratamento, mas já vi que tem um monte de sugestões, depois vou ler com mais atenção a ver se encontro solução para um dos meus problemas cá em casa, os meus coentros ficaram com umas aranhinhas microscópicas e estou a ver que tenho que os deitar fora.
Também já tive um problemas com uma roseira que acabou por morrer que ficou com as folhas com manchas que pareciam bolor.
O pior das pragas é que se espalham às outras plantas :(
Quanto às coisas que aparecem sem ser plantadas a culpa é sem dúvida dos passarinhos, a minha mãe tem physalis no quintal e nunca as plantou, para nós é óptimo pois é uma fruta um pouco cara.

ameixa seca disse...

Amélia, muito obrigada :)
Rute, aqui em casa só nasce o que eu não semeio, parece-me que as ervilhas não vingam :)
Moira, acabei por cortar tudo e esperar que os novos rebentos nasçam. Tenho noutro canteiro hortelã e cidreira, vou ver se essa escapa. A única coisa que não cortei foi o alecrim, vou pulverizá-lo com água e líquido da loiça a ver se ele escapa :)

ameixa seca disse...

Noémia, acho que foi mesmo a temperatura que fez com isto acontecesse, depois os bichinhos aproveitam-se. Cortei mesmo a cidreira e hortelã, o alecrim vou ver se o salvo :)

Cenourit@ disse...

Não li as dicas todas dos comentários, mas tenho que cá voltar. Pode ser que alguém tenha a dica caseira para uma oliveira que está cheia de "coisas pretas" que só me parecem carrapatos.
Eu cortei a minha cidreira e a hortelã há pouco tempo e já está tudo bem bonitinho. O que não consigo que germine é o tomilho :(

A flor de lis é linda e os girassóis estão um espanto! Adoro girassóis!

Beijocas***

ameixa seca disse...

Cenourita, uma oliveira cheia de coisas pretas, deve ser azeitonas he he Tou a brincar. Estas pragas de bichos enervam-me profundamente :)