sábado, 12 de julho de 2008

Padaria Ameixinha


Que título empregue seria mais verdadeiro?
Comprei finalmente uma máquina de fazer pão e demorei dois dias a tomar coragem para utilizá-la. A minha ansiedade levou-me a adiar um possível fracasso. Sim, porque adiei mas o fracasso aconteceu. O que é para nós, espera por nós e não lhe podemos fugir. "Ai destino ai destino... ai destino que é o meu..." Lá lá lá! Pronto, deu-me para a música e fui ver se a letra era mesmo assim. Acertei (as minhas noites de recinto da queima serviram para alguma coisa eh eh) e fiz esta pequena versão em alusão à minha MFP.

Ai destino, Ai destino
Ai destino que é o meu
Ai destino, Ai destino
Destino que a Worten me deu.

A MFP bateu à porta,
e eu deixei-a entrar
Parecia tão diferente,
confiei e fui em frente,
e com ela quis trabalhar
Infortúnio do destino,
esse meu passo infeliz
Fui padeira atraiçoada,
fui padeira mal-amada,
sem saber que mal eu fiz.

Destruiu a minha alegria
a vontade de amassar
Levou-me o que eu mais queria,
a vontade de levedar
Desde esse dia
nunca mais voltei a padeirar.
Fiquei eu e a fermento,
e a farinha mais chorada
Mas nada posso fazer,
e a MFP deixou-me desmoralizada.

É melhor ficar por aqui, senão vão pensar que tenho um prazer especial por esta música (sem querer ofender quem gosta). Tony, perdoa-me o abuso ;)

Continuando, experimentei a minha Clatronicazinha e a mal agradecida começou a deitar fumo a uma hora do fim do programa. Não poderia ser mais desmoralizador :( Eu toda contente, com tanto carinho a tentar fazer pão e a desgraçada parecia uma chaminé.
Resultado: a massa que estava na cuba saltou para o fogão numa tentativa de salvação desesperada. Ora, deitou-me abaixo. Mas não é uma máquina que me faz desistir à primeira. Há que ser persistente e contactar quem entende melhor do assunto. E que melhor blogue contactar senão este (só o nome diz tudo) e este. Duas ajudas preciosas a quem muito agradeço :)

Devo dizer que, o primeiro pão que foi parar ao forno, foi barbaramente comido por personagens algo esfomeadas e que, no dia a seguir, perguntavam se não havia pão igual ao do dia anterior. Percebem porque me formei em Psicologia? Esta gente cá de casa não é normal. O pão todo manhoso, nem crescer ele cresceu, comeram tudo e queriam mais igual.
Cá comigo conta muito o visual e, o segundo pão (na verdade o primeiro em condições) ficou assim como podem ver: espectacular (crédito da máquina que eu só fiquei a olhar). A quem ainda está na dúvida em relação à MFP, aconselho a comprar. Os pães ficam deliciosos e mantêm-se assim por muito tempo. Cá em casa já se anulou o pão de padaria. Agora é só pão fresquinho da padaria Ameixinha ;)

Já agora peço a colaboração de quem visita este singelo blogue. Temos uma grande preferência por pães com farinhas integrais. Mas tenho dificuldade em encontrar receitas. Se souberem de algumas receitas, de algum blogue ou livro agradeço que me enviem a sugestão para o mail ameixinhaseca@gmail.com.

E olhem: "quando não há pão, até as migalhas vão" ;)

Ingredientes:

500ml de água
1 1/2 colher (chá) de sal
1 1/2 colher (chá) de açúcar
500g de farinha integral
200g de farinha tipo 65 (usei 55)
1 pacote de fermento em pó (usei 20g de fermento de padeiro)

Diluí o fermento de padeiro na água morna e coloquei na cuba da máquina. Juntei o sal e o açúcar. Por fim, juntei as farinhas. Seleccionei o programa "normal", cor média, 1kg e liguei a MFP. Depois foi só comer quentinho com manteiga. Há lá coisa melhor que o cheiro a pão acabadinho de fazer e sem sujar as mãos?

E como Ghandi disse: "There are people in the World so hungry, that God cannot appear to them except in the form of bread."
Traduzindo: "Há pessoas com tanta fome neste Mundo, que Deus não lhes pode aparecer de outra maneira, senão em forma de pão."

Agradeço que continuem a clicar. E que nunca vos falte pão na mesa :)
Nota: vi esta receita para a MFP no blogue "Doces cozinhados" e no "Nacos e Noc's"

44 comentários:

Nani disse...

Com que então a música do Tony???????? Eu já fui a alguns concertos dele e apesar de não ser fã, gostei bem, foram momentos bem passados.

O gratinado de gourgetes da postagem abaixo me pareceu divinal, e a parceria e cumplicidade entre mãe e filha é lindo demais da conta.

Em relação ao pãozinho, ainda bem que viraste fã da máquina, eu já tive alguns disabores com a dita cuja, uma dessas vezes deixei a máquina a fazer o dito cujo e fui trabalhar, ás páginas tantas, telefona-me a minha filha muito aflita pq estava a deitar por fora, fiquei com a casa por uns dias a cheirar a queimado.... enfim coisas q acontece.... pão integral, para já não tenho, como a conversa já vai longa, bom fim de semana-, bjs

Ziza disse...

O pão ficou lindo. Valeu abatumar o primeiro só por este post que me deixou rolando no chão de tanto rir .
Beijos!

Cláudia M. disse...

É mesmo de morrer a rir, essa aventura. Ainda bem que tudo acabou em beleza... e revelaste mais dois talentos: padeira e letrista! Muito bem!
Bjs

Carla disse...

Que aventura, é mesmo assim que se aprende não é? Valeu a pena pois o pão ficou com um aspecto delicioso. Uma fatia com doce e uma chávena de chá... hummmm que bom =)

bjs

luciana disse...

este post,engraçadissimo fez-me lembrar que ha muito nao uso a minha maquinha de pao....


beijocas,adorei passar por ca e voltarei mais vezes....

mesa para 4 disse...

Adorei esta padaria e esta não ardeu mas quase...hehe
Agora é sempre a aviar panito...

anna disse...

Estou a habituar-me às tuas deliciosas histórias... Não tenho máquina de pão, mas até já estou com vontade de me meter nessa aventura!
Beijinhos.

Cenourita disse...

Olá Ameixinha

Também a mim me aconteceu à terceira ou quarta vez que me armei em padeira, a massa crescer, crescer, crescer e nunca mais parar, levantou a tampa da máquina, transbordou bancada abaixo, bem... foi cá um filme... e neste preciso momento ela está a trabalhar, a fazer um pãozinho receita da Risonha, mas parece-me que também não vai sair bem, a massa não levedou praticamente nada e está completamente crua e só faltam 50 minutos para desligar... A ver vamos o que vai de lá sair.

Beijocas***

edinha disse...

Apesar do primeiro ter tido um azar este pãozinho ficou com um óptimo aspecto.
Eu acho melhor o fermento usado ser dos pacotinhos em pó ,próprio para o pão.É só uma opinião mas penso que fica muito melhor :)
Beijinho

Natércia disse...

Ameixinha já te disse que eu sou a mais pelintra de todas as pelintras que anda aqui nos blgs...como tal não tenho máquina de fazer pão e, como quem não tem cão caça com gato ás vezes faço com a mão e não é que se come! Gostei do teu mesmo com todos os comtratempos está uma maravilha. Um bjo Natércia...

Marcia disse...

O pão ficou lindo! Adoraria provar as delícias da Padaria da Ameixinha... Os blogs da Cinara tem receitas para a MFP e o da Laurinha tb. Passe por lá: www.cinarasplace.blogspot.com e www.docelaurinha.blogspot.com. Bjks

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

É uma maravilha vir a este cantinho não só pelas deliciosas receitas!!!Mas também pelas histórias.Saio daqui sempre bem disposta.Agora o paozinho ameixa mesmo com os contratêmpos que tiveste mereceu a pena está divino.Não admira que nem as migalhinhas tenham desaparecido:).Sabes ameixa tenho uma máquina desde o Natal embrulhada oferecida pelo meu pai mas como ele adoeceu nesse dia não abri.E depois com a doença dele não deu porque eu queria abrir ao pé dele para fazer o primeiro pão para ele.Como partiu dia 2 de Março não consegui tocar na caixa.Agora com a doença da minha mãe tenho a caixa embrulhada e nem sei que marca é.Desculpa o desabafo um beijinho carinhoso

Marcos disse...

Ameixa o teu pão está 5*****Pode ser uma fatia para mim...um beijo Marcos:*))

ameixa seca disse...

Nani, pois é... uma alusão ao Tony :) Adorei o teu "sotaque" brasileiro. O intercâmbio tomou conta de ti ;) Isso do pão ainda não me aconteceu... espero que não venha a acontecer ;)
Ziza, os fracassos são sempre ultrapassados com uma boa dose de boa dispoisção :)
Cláudia, agora só falta saber quem me vai contratar primeiro. Se um padeiro ou o próprio do Tony :)
Carla, realmente a aprendizagem é feita por ensaios e erros e também com ajudas ;)
Luciana, obrigada pela visita. Eu só deixo de utilizar a minha se ela avariar. Perto de casa não tenho padaria :)
Samma, espero que não arda nunca :) Agora há pão fresco e quente todos os dias :)
Anna, obrigada. Acho a MFP uma óptima compra e não é tão caro assim. O pão fica muito melhor e mais barato ;)
Cenourita, então como ficou o teu pão? Essa da massa crescer e crescer, já lembra um filme de terror. O ataque da massa da Cenourita ;)
Edinha, eu tenho fermento de pacotinhos Vahiné (é a única marca que consegui encontrar) mas o fermento de padeiro é muito mais barato e também é próprio para a MFP :) Do seco ainda nem experimentei...
Natércia, eu também já cheguei a fazer massa à mão mas o pão não fica igual ao da MFP. Este fica muito mais macio e aguenta-se mais dias fresquinho.
Marcia, quando quiseres aparece e levas um pãozinho fresquinho :) Obrigada pela dica... vou lá ver ;)
Isaabel, ainda bem que sais daqui bem disposta. É bom para ti e para mim que me sinto feliz com isso. Com tudo que te aconteceu, associaste a MFP à doença dos teus pais. Eu compreendo que é dificil. Um dia destes pode ser que te apeteça abrir o presente. Afinal é algo que te liga ao teu pai :) Grande abraço nesta hora complicada.
Marcos, agora saiu mais uma fornada... queres?
Bom Domingo a todos

claudia disse...

Casa onde não há pão, todos ralham e ninguém tem razão. Era um provérbio que a minha avó dizia e a minha mãe tb o adopta e eu também. Sentar à mesa e não haver pão não pode ser! Qd se tem uma MFP em casa deve ser um espectáculo!!Eu ando a ver se "me faço a uma" também...

Pão, Bolos e Cia. disse...

Lol, eu bem te disse que a MFP era uma boa aquisição. Já ninguém te vai parar e aposto que vais começar a dar pão aos amigos e levá-lo nas tuas visitas a eles, para poderes continuar a fazer e a criar novos pães. É muito engraçado esta sensação (também já passei por ela e mesmo assim ainda não passou). Eu ainda agora gasto 5kg de farinha por mês! (compro sacos de 5kg).

Bons pães.

PS. agoras perguntas a ti própria "Porque é que eu não tinha MFP?"

Mundo de Alice disse...

Sempre tive vontade de comprar esta maquininha de pão!!!
me animei
sensacional e engraçadiiiiisimo
bjs

Vivian disse...

kkkkk
vc eh uma comedia !! devia trabalhar com isso inves de ser psicologa. Eu ainda nao comprei a minha maquina de pao, mas do jeito que sou atrapalhada na cozinha, to ate me imaginando na mesma situacao que vc !!!
boa semana
bjos

ameixa seca disse...

Claudia, eu também costumo usar esse provérbio. E aqui quando o pão está a acabar já resmungam que tenho que pôr a máquina a trabalhar ;)
Renato, pois é! Ainda levei pão aos amigos mas muitos já provaram e agora não falam noutra coisa :) Eu também comprei sacos de 5 kg... numa semana já gastei 2.4kg só de farinha tipo 65 (sem a integral). Portanto, vou gastar muito mais que 5kg por mês. Estou desgraçada... só espero que a conta da luz não aumente muito eh eh
Alice, é fantástica. Faz uns pães maravilhoso e tem outras funcionalidades que ainda não experimentei.
Vi, acho que errei na àrea não? eh eh A atrapalhação passa com a prática. Só correu menos bem a primeira vez... depois foi sempre em frente :)

Cenourita disse...

Olá Ameixinha
O meu pão de ontem ficou um must :) tens que experimentar! Já sei o que vou servir com o chá às cotas de cabelo cinzento lol

Beijocas***

Cláudia disse...

Sua história rendeu-lhe um ótimo post. Tenho várias receitas de pães integrais no meu blog e depois posso lhe enviar outras.
Bjs

Mamã Catarina disse...

Fiquei muito feliz por ti ao entrar aqui e ver que finalmente conseguiste fazer o tão desejado pãozinho! Ou deveria dizer pãozão? Ainda bem que não desististe, pois o resultado ficou excelente :)

Mas deixa-me que te diga que não sei se gostei mais da fotografia do teu pão ou da música inventada por ti e que me deixou a rir! Que grande imaginação :)

Beijinhos e boa semana!!

Noémia disse...

Muitos parabéns ameixa, por finalmente teres a máquina tão desejada. A 1ª experiência que relatas deve ter sido só para ela te experimentar, os "amores idealizados" nem sempre são o que sonhamos. Mas tu, mulher do Norte, não desistis-te e foste-te a ela outra vez e mostraste quem manda. Fizeste bem!
Tenho algumas receitas boas, vou ver se as encontro e depois mando-tas!

Cláudinha disse...

olá
vais ver que em breve é só paezinhos deliciosos... apanhas o jeito num instante... não te esqueças que o fermento nao pode nunca ser misturado directamente com o sal (corta o efeito e as leveduras nao se desenvolvem) por isso ponho os 2 sempre bem separados com toda a farinha... qq coisa sabes onde estou :) bjinhos

Sandra disse...

Ameixinha, deixei aqui uma mensagem, mas deu erro e não sei se recebeste. Foram 2 semanas muito complicadas, os meninos estiveram todos doentes, o bébé também, o maridão a viajar...
Mas já esta a entrar tudo nos eixos novamente ( espero) e vou voltar ao activo.
Obrigada pela preocupação.
Olha, estava mesmo a pensar comprar uma máquina de pão, mas tenho algum receio na qualidade do pão. E que máquina deva comprar, há tantas.Que me dizes?
Beijinho

ameixa seca disse...

Cenourita, ainda bem! Olha que eu ainda não sou cota mas tenho muitos cabelinhos brancos. Portanto não te esqueças de mim ;)
Claudia, obrigada :) Vou lá ver.
Catarina, pois tu que acompanhaste a minha primeira experiência via net ;) Sabias desta desgraça, mas acabou tudo bem. Agora é pão todos os dias.
Noémia, a maioria das vezes os "amores idealizados" passam a "amores desgraçados" eh eh. Mas com insistência a coisa foi :) Afinal eu sou do Nuerte ;)
Claudinha, obrigada! Eu também não junto o fermento com o sal. Já tinha lido isso algures ;)
Sandra, ainda bem que está tudo bem ;) Quanto à MFP existem muitas e todas elas funcionam da mesma maneira, só muda a marca. Eu optei por uma das mais baratas e pela que muita gente tem. Comprei-a na Worten por 49,49€ (Clatronic) e não tens que ter qualquer receio na qualidade do pão. O meu sai melhor que o da padaria e é excelente. Também há umas que aparecem no Lidl e são boas, mas nunca se sabe quando elas vão surgir porque não há sempre à venda.

cupido disse...

Sabes que ando já há bastante tempo tentado a comprar uma MFP? Ainda não comprei porque tenho a ligeira sensação que a usarei meia dúzia de vezes e depois a chuto para canto.
Assim, vou-me "deliciando" com o pão daqui do porto (regra geral uma porcaria) e fico sempre à espera qe ir lá em cima comprar aquele pão fabulástico.

Mari Rezende disse...

Comprei uma máquina de fazer pão há dois anos, e até agora só três receitas que fiz nela ficaram "comíveis". Não sei o que acontece, mas nunca dá certo, hehehehe!
Parabéns pelo ótimo blog!

Nana disse...

Amiga, como dizem, quem é vivo sempre aparece!!!
Eu apareci para te fazer uma visita!!!
Como dizem no sul: Guria!!
kkkk
Que novela é essa amiga?!
Que bom que teve final feliz.
Mil beijos com mais mil abraços.
Agora é férias (apesar de estar trabalhando), estarei mais presente.
Bjs

Manuela disse...

Ai fadista!!!
O pão ficou lindo.
Eu também já tive uma vontade medonha de comprar uma, mas depois receei que não lhe fosse dar assim tanto uso com tanto pãozinho bom que há por aqui à venda.
Já agora, afinal o que falhou na tua 1ª experiência?

ameixa seca disse...

Cupido, eu chutei para canto o pão da padaria que não vale nada. Neste tempo não dura dois dias, fica todo ensebado. Sou "obrigada" a usar a MFP porque não tenho padarias perto de casa.
Mari, estranho isso. Só a minha primeira experiência correu mal. Os outros pães saem fabulásticos. Talves seja algum defeito de fabrico não? Obrigada pela visita ;)
Nana, pois é. Só falta o mail lindão eh eh :p
Sabes que adoro essa palavra "guria". Acho a fonética da palavra muito bonita :)
Manuela, se soubesse cantar adorava que fosse fado. Como não sei vou adulterando uma musics manhosas :) Na minha primeira experiência falhou a máquina (eh eh, não fui eu). Segundo quem entende mais do assunto, eu deveria deixar a máquina vazia mas ligada num programa qualquer como se estivesse a fazer pão. Este procedimento permite soltar os fumos da resistência da máquina. Como não dizia nada no manual de instruções e eu ainda não sou bruxa... não fiz isso e os fumos soltaram-se durante a primeira receita de pão que fiz. Logo, correu mal... Mas agora já marcha valente ;)

Mari disse...

Que pão mais lindo!

Samyzinha disse...

Ameixinha, a quirela tem da marca Yoki e o nome é canjiquinha ou xérem....

Lindo pão, mais não gosto da minha mini panificadora, os pães ficam muito ressecados...:(

Bjus..

Axly disse...

Olá flooooooooooor
Voltei e para acalmar teu coração, o combinado de minha parte está sendo preparado nesse momento e logo será postado^^
Que noveeeeeeeeeeeeeeela, adorei!
Huahuahuahuahuahua...
Eu sou doida pra comprar uma máquina dessas, mas fico muito ansiosa também, vai que não dá certo.
Mas se não der, a gente tenta de novo não é mesmo^^
Adorei teu imenso pão.
Kisss!

Mari Rezende disse...

Oi Querida! Obrigada pelo comentário! Então... As medidas do bolinho de cenoura são em xícaras de chá e colheres de sopa mesmo, ok?
Beijinhos!

Akemi disse...

Ameixa, adoro seus textos espirituosos e divertidos! Eu até já andei namorando umas máquinas de fazer pão mas por enquanto ainda estou preferindo colocar a mão na massa, para mim é como uma terapia!
Sobre receitas de pães integrais para máquinas, a Karen do kafka na praia tem muitas receitas, dê uma passada no blog dela. O link está na meu blogroll! Bjs

ameixa seca disse...

Mari, obrigada pela visita e pelo comentário :)
Samy, os meus pães ficam óptimos. Adoro a minha máquina, virou parceira :)
Axly, bem vinda de volta! Enquanto foste para o meio de mato eu abri uma padaria hein? Dar certo dá, a minha só falhou na primeira utilização. Mas de resto... tudo em cima como vocês dizem ;)
Mari, eu sei que as medidas são mesmo essas mas as chávenas têm diferentes tamanhos. Por isso perguntei :)
Akemi, obrigada por gostares. Tento dar o melhor de mim e colocar tudo o que sou no que escrevo :)
Obrigada pela dica ;)
Abraços

Cook =) disse...

Olá ameixa
Sou uma novata por estas andanças dos blogs mas já te visito à algum tempo!!!
Uma máquina de fazer pão e uma iogurteira são os meus "sonhos" de consumo culinário que pretendo satisfazer para breve:)
Já provei pães feitos nas ditas máquinas e adorei, realmente quase toda a gente me diz que a primeira experiencia com as máquinas não é das melhores mas que com o tempo vão surgindo de dentro da cuba verdadeiras delícias =)

Beijinho

PimientayChocolate disse...

Hola! que rico poder comer siempre pan casero,sin duda que tien otro sabr y sabemos bien con los ingedientes que lo preparamos y a nuestro gusto, un saludo, daniela

ameixa seca disse...

Olá Cook (não sei se é assim que queres ser tratada, depois diz-me ok?) obrigada pela visita ;) Andas a espiar-me eh eh. Ainda bem que deixaste comentário. Gosto que me "falem" :) Os pães são mesmo bons não são? A iogurteira será a minha próxima aquisição ;)
Dani, é verdade. Acho que o mais importante é sabermos o que comemos e comer pão quente quando nos apetecer :)

Saltapocinhas disse...

eu sou uma das indecisas em relação à máquina do pão!

mas estou quase convencida!
(também tenho medo do fiasco, de gastar um dinheirão e depois não usar a bichinha...)

ameixa seca disse...

Saltapocinhas, a mim foi só a primeira fornada. Até hoje ainda não me correu mal mais nenhuma vez e olha que aqui não tenho padaria perto. Ainda não fui comprar pão :)
E não é muito dinheiro. A minha MFP custou 49,49€
;)

Manuela disse...

Hello hello!
Acabaram-se as minhas férias e já abri também uma padaria lol

Comprei hoje um Clatronic, deve ser igual à tua, se bem q me custou mais 10 euros do que a tua... O preço da insularidade!!!

Já tenho o pãozinho a fazer, só espero que a dita não deite fumo, porque tal como tu não a pus a trabalhar primeiro vazia...
Que Deus proteja o meu pãozinho ihih

Jinhos

ameixa seca disse...

Eh eh Manuela ;)
Bem vinda ao clube... eu hoje já fiz dois pães de quase 1 kg cada um. Espero que a tua primeira experiência não tenha sido tão traumática como a minha (que exagero, foi só uma vez que correu mal).
Quando fui comprar também estava 10€ mais cara mas eu disse ao funcionário que tiva visto na net e era mais barata. Ele disse que não havia problema, faziam o preço da net ;) Senão pagava 59.99€
Não sei que pão fizeste, mas um dia destes vou postar o pão nosso de todos os dias... o que mais gostamos ;)
Boa sorte querida!