sábado, 28 de agosto de 2010

Tarte de figos

Este ano tive a grande sorte de poder colher figos do quintal de uns tios que estão emigrados. Duas figueiras enormes, quilos de figos para colher, fazer malabarismo em cima das árvores com a minha mãe a gritar para eu subir mais um bocadinho. Mas subir para onde se já não tenho mais degraus na escada? Para cima da árvore, pois claro! E lá ando eu, em cima das figueiras a tentar não me partir toda, porque tenho que usar as mãos para apanhar os figos. Depois há todo um ritual de apanha para ver se o leite dos figos não nos cai nas mãos, porque aquilo dá umas comichões e, se tiverem cortes nas mãos causados pelos papel, pica e arde como tudo. Mas a minha mãe, firme debaixo da figueira, grita: "O que arde cura e o que aperta segura!", anda lá e apanha esses aí :)
Colhi figos na base da ameaça - porque a minha mãe dizia: "Desce que subo eu!" - subi e agarrei-me aos galhos, puxava pelas folhas da figueira para tentar alcançar os figos mais maduros, alguns já debicados pelos passarinhos, ao descer prendia-se a t-shirt e eu com medo de ficar pendurada ali à espera de amadurecer he he
Seja como for, figos pingo de mel, para mim, são uma delícia ao natural mas com tanta quantidade em casa, atrevi-me a fazer esta tarte e correu muito bem.


Ingredientes da massa:
250 g de farinha
uma pitada de sal
70 g de açúcar
1 gema
125 g de manteiga
papel vegetal e feijão seco para a forma

Preparação da massa:
Numa tigela, junte a farinha com o sal, açúcar, a gema e a manteiga e misture muito bem. Faça uma bola com a massa, coloque-a dentro de um saco plástico e leve ao frigorífico durante uma hora.
Passado o tempo de repouso, estenda a massa com o rolo e com ela forre uma forma de tarte. Pique-lhe o fundo com um garfo, cubra com papel vegetal e encha com feijão seco.
Leve ao forno a 200ºC durante 15 minutos. Retire o papel vegetal e o feijão e deixe no forno mais 5 minutos a cozer.

Ingredientes do recheio:
1 ovo
1 colher (sopa) de natas (usei iogurte natural)
100 g de amêndoa moída (usei a amêndoa que veio no Cabaz do Paladares do Sul)
1 kg de figos (usei menos porque depende do tamanho da tarteira)
150 g de manteiga (acho desnecessário)
80 g de açúcar branco (usei metade)
80 g de açúcar amarelo ou mascavado (usei metade)

Preparação:
Bata o ovo com as natas (ou iogurte) e a amêndoa, deite a mistura dentro da tarte e alise.
Corte os figos em cruz e, em cada um, coloque um pedacinho de manteiga (acho desnecessário). Disponha-os dentro da tarte e polvilhe-os com o açúcar branco.
Leve de novo ao forno durante 15 minutos, depois retire e polvilhe com o açúcar amarelo ou mascavado. Sirva morna ou fria.

Retirei a receita da Teleculinária nº1176 de Setembro de 2001.
Gostei mais da tarte morna. O recheio de amêndoa faz lembrar os doces algarvios, achei-o delicioso.

Bom fim de semana.



58 comentários:

ELIANA-Coisas Boas da Vida disse...

KKKKKKKKKKK ADOREI A HISTÓRIA DE COLHER OS FIGOS! "Desce que subo eu!"MAIS PARECE UMA AMEAÇA...DAÍ AVANTE PARA O ALTO COLHENDO TODOS OS FIGOS DELICIOSOS!
BEIJO
BOM SABADO!

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

kkkkkkkkkkkk.... imagina se fica pendurada mesmo... kkkkkk

parabéns pela torta.

bjsssssssssss

B. V. disse...

Não ficavas tanto tempo pendurada que alguem te colhia heheheheh.
Amo figos, em miuda meu pai la no quintal tinha duas figueiras, uma de figo brando e outra de figo vermelho, passava a vida pendurada :)
essa trate deve ser uma delicia.
bj

familia antunes disse...

Que aventura....
Só mesmo tu para animares estas nossas viagens...
Apesar de tudo a tua tarte tem um magnifico aspecto...
Uma boa maneira de dar uso a tanto figo... hehehehhe
No variar é que está o ganho... ;)
Obrigado pela sugestão...
Beijinhos e bom fim de semana...

Abelha Maia disse...

Ficou linda quem ia adorar era a minha sogra, figos é com ela.
bjsss

Abóbora Amarelinha disse...

Ó meu Deus feijão seco na tarte de figos?! belheque!
Ah! depois de "grelhados" retirou-os, he he he.
Possa quem não vai com a tua mãe aos figos sou eu.E para a próxima já sabes, vai sem roupa, assim não corres o risco de ficar presa, e pode ser que o leite "que cura" se apodere do teu corpo e dê cabo desses virus interiores.
A tarte é maravilhosa, já comia uma fatia prai de 180 graus.
Já fizes-te as pases com o meu virus, ou lá o que era?
beijo

Pracinha do tempo disse...

A tua tarte está com óptimo aspecto e gostei muito da ideia, acho que nunca vi nenhuma tarte de figo!!!

Adorei o teu relato, antigamente eu também me punha nessas aventuras na figueira dos meus avós, agora já não subo à figueira, porque seria o último ano da coitada, com o meu peso a desgraçada não durava muito. hahaha

Beijinhos

Alcina disse...

Pendura-te e vê-lá se te acontece como a outra que ficou com umas vertebras partidas e acamada durante nem sei quato tempo hehe
Não não fui eu, porque eu tenho tido quem se pendure por mim hehe
Bem a tarte está com optimo aspecto eu já provava :-)

Tatiana disse...

Sou apaixonada por figos, mas como meu marido não gosta só compro a fruta, porque se fizer uma tarte tenho que comer inteira (e comeria facilmente se fosse igual a essa!).
Bom fim de semana!!!

Marly disse...

Ameixita,

O teu post me divertiu muiiito! A tua mãe me pareceu uma outra que conheço desde que nasci, rsrs.
A tarte parece muito saborosa e eu até me vi comendo os figos todos, antes de me atirar ao resto, rsrs.

Um beijo e bom fim de semana (o que ainda resta dele, rsrs)

Talita disse...

Ameixinha, que vontade de figos!!!!

Fui comprar figos no mercado e só achei uns miúdos, verdes. Comprei assim mesmo pois o desejo de comer a fruta era maior!

Que arrependimento! Como estavam verdes, não dava pra comer in natura. Uma decepção!!

Uma sorte mesmo poder colher no quintal (nem que for de parente). Parece deliciosa essa torta.

Beijinhos

gasparzinha disse...

E amanhã lá vou eu À quinta buscar mais figos!
Adoro. :)

e essa fatia bem que podia ser minha.

Beijinhos

Ginja disse...

Hum, parece deliciosa essa tarte :) Ainda nao comi figos este ano...mas vou ja tratar disso! Bom fim de semana. beijinhos.

kombi disse...

que tarte mai linda...este ano tb tenho tido fartura de figos...em miúda abundava bastante arvores de fruta e o que eu gostava de subir nas arvores, eu e o meu irmão tinha-mos uma brincadeira, dividia-mos a arvore ai meio e cada um era o rei no seu reino...era comer até fartar, agora é a vez da minha filha mais nova que a mais velha não se aventura nas arvores.

argas disse...

eheheh :) deve ter sido giro de se ver!

A tarte tem um ar delicioso!

Raspas de Laranja disse...

Ena, ena, estou-te mesmo a ver, pendurada na arvore, presa pela camisola, a berrar aos quatro cantos, que até se ouvia aqui na Maia, eheh!
Comecei a gostar de figos, numas férias que fiz com uma amiga, em Freixo de Espada-à-Cinta. Colhidos pela manha, refrescados ums duas horas, e davam uma excelente sobremesa.
Ficou bem fixe!
E o computer já está fino?
Eu ainda nem sei mexer, nem metade deste, e faltam-me instalar alguns programas, para ver se agora é mesmo a sério.
Bjcas

Borboleta disse...

Que óptima sobremesa, valeu a pena o esforço!!!!

conceicao disse...

As figueiras não são de fiar, os ramos quebram com facilidade.
Adorei a tarte.
Bjs

SUELY PERES disse...

Adoro figos ,e ainda fresquinhos apanhados do pé devem ser deliciosos. A tarte esta apetitosa mesmo,nunca fiz com figos. Agora confesso que fiquei aqui a te imaginar na figueira pendurada colgendo os frutos, tu és corajosa, eu não me arriscaria rsrsrsr. beijinhos

*-.♥.-*Natércia*-.♥.-* disse...

Ameixinha a tua tarte ficou uma delicia...vou ver como me sai o meu doce um beijinho:))

Filipa disse...

Parece que toda a blogosfera come figos menos eu!? Figos. Cheiram, sabem, parecem e fazem-nos sentir de férias, não é? Esta receita deve ser uma delícia.....ainda mais com os figos colhidos por ti! Beijinho

Noémia disse...

Ahahahaha! Estou mesmo a ver-te em cima das figueiras a fazer equilibrismo. Olha, por acaso dava-me jeito essa tua agilidade, para apanhar uns vermelhinhos que tenho aqui ao pé do telheiro e que estão tão altos que nem os provamos, são o consolo da passarada!
Também ando tentada a fazer uma tarte para aproveitar a produção.:)

Babette disse...

Que post fantástico: texto e tarte!
babette

Inside me disse...

Muito bom aspecto :-)

A minha mãe is adorar, eu não sou grande apreciador...

A imgem de te ver a amadurecer pendurada na arvore é linda...LOLOL

beijos

Claudia Lima disse...

Amiga que beleza poder aproveitar tantos figos fresquinhos assim. Mas, por favor, cuidado para não cair!
Eu só comi figos ao natural uma vez na vida até hoje. Já não me recordo do paladar.
Teria que comprar alguns para degustar e ver o que acho hoje. Mas aqui, só em mercados mais elegantes e caros.
A torta só pode ter ficado ótima!
Bjs :)

Sandra G disse...

Ah!ah!, o que eu me ri com a historia da apanha dos figos.

Que linda fatia!!

Bjs

Baú da Conceição disse...

Ameixinha, quem me dera ir aos figos contigo, hehehe, quando era miuda era um dos passatempos favoritos subir as arvores e colher (comer)fruta, pois eram mais os que comiamos em cima da arvore dos que vinham para baixo.
Agora só de compra e é tão dificil encontra-los madurinhos a a um preço convidativo.

Beijinhos

Conceição

Su7i disse...

Adoro esse ritual! Normalmente vou apanhá-los com o meu pai! Divirto-me imenso! A colheita está próxima, mais uma ou duas semana! A tua tarte deve estar uma delícia, mesmo uma tentação algarvia no norte! Bjs

Moira disse...

Essa tarte está a piscar-me o olho, já sabes como eu gosto de figos.
E a tua mãe diz umas coisas acertadas hehehehe

Fátima disse...

huuum, figos assim, colhidos no pé, deve ser muito mais gostoso e prazeroso de comer. Delícia. :))

turbolenta disse...

Quando era miúda também fazia malabarismos e trepar ás árvores era comigo.E como era a mais velha dos primos todos, escusado será dizer que, com esta menina empoleirada na árvore e os outros cá em baixo á espera da fruta, a melhor era sempre para mim e só depois para eles.
Mas o meu marido é que adora figos e ainda agora sobe ao terraço da nossa garagem para apanhar todos os figos onde consegue chegar.
A tarte ficou com um aspecto...fenomenal. Confesso não ser grande apreciadora de figos.Por isso , se calhar preferia a massa e dava ao marido os frutos
lol lol

ameixa seca disse...

Meninas, obrigada pelos comentários. Hoje vou subir às figueiras outra vez :) Já se acabaram os figos, acabei de fazer compota com os últimos que tinha em casa. É hora de trazer mais :)

Rachel disse...

Hummmm, parece mesmo ter ficado muito boa essa torta, eu também gosto muito de figo, minha sogra faz em calda e é uma delícia!
Deve ter sido uma aventura, lá por cima dos galhos, imagino o medo de cair...rs!
Bjuss!!!

Cláudia M. disse...

Bem, pelos vistos (e lidos) a esta hora estás outra vez encavalitada na figueira... que sorte, mesmo, vê lá é se te seguras bem! Na terra da minha mãe havia muitos, mas ainda estavam verdes, foi uma pena! :) Acho que só lá para meados de setembro...
A tarte deve ser uma delícia, só pode.
bjs

cacahuete disse...

Isso é que foi uma aventura a apanhar figos. Mas valeu a pena pois a tarte ficou linda.

Beijinhos

vivie disse...

adoro figos..!bela sugestão!

Karla Maria disse...

kkkkkkkkkkkkk
adorei o post e esses figos devem ter um sabor especial.
Fiquei louca pela tarte, Ameixinha.
Bj

Isabel disse...

Que aventuras em cima da figueira, hehe, mas valeu a pena, os figos estão lindos e a tarte super apetitosa.
Bjs

ameixa seca disse...

Rachel, medo de me esborrachar no chão :)
Cláudia M., aqui já colhi bastantes e está quase a terminar a época :)
Cacahuete, vale muito a pena :)
Vivie, obrigada :)
Karla, sabem a mel e adoçam até à alma :)
Isabel, desafio apanhar figos amarrada aos ganos e a tentar coçar-te porque aquele leite dos figos cola-se ao corpo e às mãos e é um desatino :)

Sónia Alexandra disse...

Que tentação...adoro figos, amiga. Beijo grande

M. disse...

Essa tarte está tão gira, mas tão gira... que nem digo mais nada!!!

ameixa seca disse...

Sónia, M., obrigada :)

isabel disse...

Querida Ameixinha,
e fiquei eu aqui de sorriso na cara imaginado uma ameixinha pendurada na figueira: uma verdadeira loucura da natureza!! Mas o teu sentido de humor não precisa de amadurecer: está no ponto!!! Assim como esta belíssima tarte!
beijinho.

Margarida disse...

Estou de volta à vida cibernética. : ) Ando a espreitar as novidades dos blogues, que são mmuuiittaasss, e encalhei nesta tarte, claro! Ando em contenção de calorias por causa dos excessos das férias mas fica guardada para um dia destes.. eheheh
Espero que estejas bem!
beijocas grandes do Sul

Helena disse...

Quem tem uma mãe assim e figos tem tudo!
Gosto muito deste tipo de doces, dos figos não vale a pena falar, estou a comê-los agora....
Beijo

ameixa seca disse...

Isabel, pendurei.me nela mas não fiquei lá a amadurecer. Já agora aproveito para te avisar que não consigo visitar o teu blog, porque aparece software maligno por conteres elementos do blog abobrinhas na cozinha que podem danificar o computador. Também aconteceu comigo e tive que retirar alguns links de blogs amigos :)
Margarida, e usei as amêndoas maravilhas do Algarve :) Obrigada!
Helena, ainda me ando a empanturrar de figos :)

Mantovani disse...

Olá Ameixinha! Tudo bem?
Nossa, eu adoro figos! Comprei uma caixa ontem e estava pensando o que iria preparar... Agora já sei! Muito obrigado!

Emília disse...

Esses dias tenho sonhado com doce de figo rss, agora vendo essa torta já não vou consegui dormir!
Beijinhos

RobertaFrontini disse...

Hum..os figos são deliciosos!

ameixa seca disse...

Mantovani, espero que gostes :)
Emília, já fiz doce de figo duas vezes :)
Roberta, são mesmo :)

Kristininha disse...

Estava a ler-te e a imaginar-vos!!!
Tive de ir fazer xixi antes que caisse na cueca!!!
Que risota!!

Valeu o esforço pois tens aqui uma bela tarte!!!

beijinhos

isabel disse...

Obrigada Ameixinha por me avisares! Vou já verificar!
Beijinho.

ameixa seca disse...

Kristininha, a minha mãe é de morrer a rir :)
Isabel, tem-me acontecido com alguns blogs e aconteceu com o meu. Espero já conseguir visitar-te :)

Mary disse...

Ameixinha, esta tarte linda captou a minha atenção pela combinação de sabores: amêndoa com figos frescos...acho que me perdia completamente! :)

ameixa seca disse...

Mary, fica excelente :)

moranguita disse...

hum que delicia.
eu tambem tenho la uma bela figueira que nao para de dar figos tao bons.
eu adoro
beijinhos

ameixa seca disse...

Moranguita, são uma perdição :)

Isabel Patrício disse...

Olá!
Adorei esta tarte, deve ser muito saborosa. Gosto muito de figos e a junção da amêndoa e do açúcar mascavado deve ficar perfeito :)
Vi a sua receita num blog que costuma fazer plágios, embora forneça o seu blog como fonte, caso queira conferir
http://comersaudavel.blogspot.pt/2013/10/tarte-de-figos.html

Bjns
Isabel