sexta-feira, 6 de março de 2009

Challah

Alguém se esqueceu de fechar a porta do céu ou do inferno, não? Está uma ventania que não se pode sair de casa! Eu nem ponho o pé lá fora com medo de ir pelos ares. Ontem achei que tinha que enfiar uns calhaus no casaco para os meus pés continuarem colados ao chão. Abrir o guarda-chuva é um sério risco, sim porque eu já voei devido à abertura indevida de um guarda-chuva. É certo que só pesava 19kg, mas levei um susto de morte e as minhas amigas de turma vieram em meu socorro senão lá ia eu. Fui uma espécie de Mary Poppins por alguns instantes :)
Com este tempinho manhoso, só dá vontade de fazer uns pães para comer quentinhos com um chá ou café! E há algum tempo atrás na minha visita a alguns blogs de língua inglesa encontrei esta receita que me despertou curiosidade. Deixei-a guardada por algum tempo, ganhei coragem e já a repeti! A blogueira deu-lhe o título de Challah (lê-se ralá) para preguiçosos, porque a massa é feita na MFP e eu gostei desse pormenor!
Challah é um pão judeu que é entrançado e servido durante o Shabbath. Comemoram o maná que caiu dos céus quando os Israelitas deambularam 40 anos pelo deserto.

É costume começarem o jantar de sexta-feira e as duas refeições seguintes durante o Shabbath, com a benção sobre duas Challah (duas na sexta e duas no sábado).

Como devem imaginar, eu não sou judaica mas pães deliciosos como este têm o dever de serem partilhados :) E nunca se sabe se é um judeu que me leva e todo o seu amor me faz converter hi hi
Aqui vai a receita livremente traduzida do blog Mastering the art of Kosher Cooking.

1 copo de água

2 gemas de ovos

1 ovo

4 colheres de sopa de manteiga

3 colheres de sopa de açúcar

1 + 1/4 colheres de chá de sal

3 + 3/4 copos de farinha branca (pode ser necessária mais umas colheres de farinha para ligar melhor a massa, aconselho a irem vendo a massa amassar e ir juntando farinha se for preciso)

1 colher de sopa de fermento liofilizado ou 20/25 gr de fermento de padeiro

1 ovo para pincelar a massa (podem aproveitar uma das claras que não foi usada, bater e pincelar a massa com ela, já experimentei e fica igual)

sementes de sésamo e sementes de papoila para decorar


Vai à MFP pela ordem indicada (se usar fermento de padeiro dilua na água morna). Programar "Massa". Depois, retirar da cuba e colocar a massa numa superfície enfarinhada. Divida-a em porções iguais. Uma das Challah entraçei em 5 e outra em 3 partes. Podem fazer apenas um pão de 900 gr com esta receita e podem entrançar como lhes apetecer. Aqui mostra um vídeo de uma Challah entrançada em 6 e aqui em 5, que foi o que eu fiz com uma das partes da massa. A de 3 partes é como fazer uma trança normal de cabelo, acho que não precisa de vídeo :)

Entrançe as partes umas nas outras como mostra nos vídeos e coloque-as num tabuleiro untado (eu usei tapete de silicone).

Bata outro ovo (ou só a clara) e pincele a challah. Salpique com as sementes a gosto. Cubra e deixe levedar por 30 minutos ou até dobrar de volume. Levei ao forno no minimo (o meu forno não tem indicação de temperatura) durante 30-35 minutos.




Segundo a tradição e segundo o que eu fui lendo acerca deste pão Judaico, não se deve misturar leite com carne. Uma vez que este pão é comido às refeições e a carne é o prato principal. Moisés disse: "Não comer o bezerro no leite da mãe". Este pão deve ser partido com as mãos, o meu pai disse que "isto é bom" mas insistia em partir com a faca! Com as mãos ele sai direitinho :)

Todas estas informações foram retiradas da internet, não tenho qualquer documento que comprove cientificamente tudo o que disse. Se tiver algum erro agradeço que me avisem!


Quero agradecer à Alcina o selo que me atribuiu. É bom saber que, quem cá vem, leva um sorriso no rosto! Isso faz-me sorrir também. Por isso, ofereço-o a todas as pessoas que sorriem quando visitam este blog :)

Obrigada a todos!
Shabbat Shalom :)

65 comentários:

Isabel disse...

Ameixa, adorei este post, a sério. Super interessante a história que contas sobre a cultura judaica e sobre este pãozinho que não deve ser nada mau.
Bjs

Mary disse...

Mal vi os pãezinhos fiquei logo interessada...
Depois de ler a história origem, ainda fiquei mais interessada...
Mas ao ver os ingrediente, tão simples, fiquei interessadíssima!!!
Parecem extremamente fofos!
Apesar de seres uma mulher levezinha, és um espécie de esponja de absorver culturas! Hihihi:)
E porque o conhecimento não ocupa espaço, ainda partilhas com a malta!
Ameixinha, arrasaste-me com essa do fermento liofilizado! Hihihi:)

Raspas de Laranja disse...

Que delicia de pão. Gostei de ver o video com a explicção. Ao ver fazer parece fácil. :)

Talula disse...

Querida, mandei um e-mail pro interambio, no dia 3 ou 4 perguntando se eu e a Anna podíamos adiar a publiação pra este domingo. Ainda não chegou resposa e estou indo viajar.
Será que podemos publicar em outra data?

Lindo pão!

Beijo e ótimo final de semana!

menoscaloriasmaisvida disse...

Ameixita,
que pão espectacular. Já conhecia este pão, mas na versão "amassa à mão". Como eu virei adepta da MFP um dia experimento este. Beijocas.
Susana.

CSS disse...

:)

Adoro a informação que colocas sobre as diferentes receitas. E claro está, sempre uma boa estória para nos fazer sorrir!

Tens razão, este pão parece-me interessante, e lá em casa, pão não pode faltar!

Beijinhos!

Mão na Massa disse...

Ficaram lindos!! E parecem bem fofinhos, Quentes, com um café dvem ficar maravilhosos!

Bjs**

Canela disse...

Que lindo e fofinho,pelo menos parece.Nunca fiz este pão mas já o comi em casa dum judeu.
Obrigada pela receita.
Bom fim de semana,menos ventoso!

Ezequiel Coelho disse...

Como sempre... estas receitas fazem-me crescer água na boca! :P
Sou um pãozeiro inveterado!
Bom fim de semana!

Noémia disse...

Shabbat Shalom também para ti, minha querida!
Dizer-te que estás uma padeira 5 estrelas é já uma repetição mas este pãozinho cortado à mão ou com faca, acompanhado da mãe ou sozinho, deve ser uma delícia.
Gostei do pormenor do tapete de silicone. Gente fina é outra coisa!
Isto é só inveja, do pão sobretudo...mas eu ainda hei-de chegar lá! :)
Bom fim de semana.

Tânia Saj disse...

Ameixa....super interessante a explicação do pão e da cultura judaica...
Adoro saber a história dos pratos (todos no fundo tem uma, né?)
Ah, manda um pouco de vento e frio prá cá, mandaaaaa
Beijinhosss

Flor de Sal disse...

Olá Canela! Por aqui também está uma ventania assustadora! Mas ... com os meus quilinhos a mais, duvido que o vento me leve! Esse pão está lindo! Eu já desisti de fazer pão! Não consigo lidar, ou melhor, não tenho sensibilidade suficiente para lidar com essas massas. Contento-me em apreciar as "obras de arte" dos outros!
Bom fim de semana.

Abóbora Amarelinha disse...

Não sei se gostei mais do pão, dos calhaus, ou da aventura pelos ares, aliás vir a este blog é sempre uma aventura!
Tambem gostei do tapete de silicone, (se esse silicone for tão caro como o que uso nas minhas costuras cirurgicas) fonix!!!
E o selo é claro que o vou levar.
Beijinhos e bom fim de semana

Nela disse...

O pão ficou lindo e de certo muito saboroso, beijinhos.

luciana disse...

que maravilha.e que bela narrativa tambem...

beijocas

Inside me disse...

Olá ameixinha
Muito interessante mesmo...

...e agora além de padeira...

...ainda nos delicias com maravilhosos conhecimentos de cultura... (chiuuu, ninguem precisa de saber a origem).

Muito bom Sra Professora

beijocas, bom fim-de-semana

e segura-te bem... senão num instante... vais ao céu... lol ;-P

Vina disse...

Esses pães ficaram muito bonitos e com um aspecto super fofo! Ah, e já agora, muito obrigada pelas informações! Fica sempre bem enriquecer culturalmente as amigas!! Eheheh! Beijinhos e um óptimo fim de semana!

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Maravilhoso!

bjsssssssssss

Gina disse...

Já tinha visto essa receita e me atraiu bastante, como toda receita de pão.
Vejo que não precisa fazer dieta, pois até o vento é capaz de levá-la...
Bjs.

Mónica Teodoro disse...

As tuas explicações sobre as receitas são o máximo, afinal és um poço de sabedoria, o Sócrates ainda não te descobriu senão eras a acessora dele...HIHIHI...
Os teus pães são uma maravilha.
Beijinhos e bom fim-de-semana.

Patricia Scarpin disse...

Sou simplesmente apaixonada por pães trançados e estes aqui estão lindos.

Cláudia M. disse...

Que trabalheira! Acho que prefiro fazer tranças no cabelo da minha filha, afinal são só 3 partes! Mas o resultado deve compensar, a julgar pelo aspecto.
Gostei muito das informações.
Bjs

ameixa seca disse...

Isabel, tive tanto receio de falhar nesta receita que desatei numa pesquisa desvairada. Daí a imensa informação :)
Mary, as mulheres não se medem aos palmos nem aos quilos :) Ainda bem, senão eu estava lixada! É o nome do fermento, não é bonito mas é o nome que lhe deram :)
Zé, parece fácil mas ainda não fiz com 6 partes. Fica mesmo uma delícia :)
Talula, desculpa, já respondi. Obrigada e bom fim de semana :)
Susana, eu não sou adepta de fazer à mão. Mas esta massa depois de ir amassar e levedar na MFP fica muito maleável e é fixe de amassar :)
CSS, no minimo é interessante, porque ele é um dos melhores pães que comi até hoje :)
Ana Maria, nada é melhor que comer um pedaço de Challah saído do forno :)
Canela, se amanhã eu voar amapara-me aí a queda ok? Eu não conheço nenhum judeu mas gostava de conhecer um pouco mais das tradições deles :)
Ezequiel, em casa nenhuma pode faltar pão e na minha muito menos. Somos todos pãozeiros :)
Noémia, já que não sou outra coisa, tento ser padeira :) O tapete de silicone dá um jeitaço e foi barato no Lidl. Tu chegas lá, este não coze na MFP, acho que te ia sair bem :)
Tânia, é verdade. Mas alguns já são tão conhecidos que nem pesquisamos a história deles :)
Flor de Sal, é preciso não desistir. Eu pouco jeito tenho, limito-me a seguir as receitas e lá vai indo :)
Bóborazinha, não me digas que já viraste uma mulher de plástico? Quando morreres não vais para o cemitério, tens que ir para o ecoponto he he Não foi nada caro, custou 5€ :)
Nela, ficou excelente :)
Luciana, obrigada :)
2dmim, internet também é cóltura ;) Olha que se eu for ao céu... diz que tudo que sobe, também desce hi hi
Vina, fica super fofinho, parece algodão quando retiramos um pedacinho :)
Anita, concordo :)
Gina, felizmente não preciso fazer dieta... ainda! Não sei se daqui a uns tempos não precisarei :)
Mónica, era muito bom ser assessora do "Sócras", era uma maneira de lhe passar uma bela rasteira e abanar o homem para ver se ele acorda para a realidade. Ou então dava uma de padeira de Aljubarrota e mandava-o de canto esquina :)
Patricia, eu sei. Vi a challah no teu blog :)
Cláudia M, trabalheira é fazer À mão :) Assim é muito mais prático! Podes fazer só 3 tranças... eu também fiz ;)

Marly disse...

Parece que temos tido a mesma inspiração. Estive há dois dias pesquisando receitas de pão, pois pretendo fazer um brevemente, e quase que me sai esse challah judaico!
Beijinho!

mesa para 4 disse...

Adoro challah...ficou lindo o teu...shalom

Alcina disse...

Lindos esses pãezinhos entrançados, agora vento e chuva também já estou farta.
bjinhos

Mundo de Alice disse...

Mary Poppins fique em casa até o vento passar, hehe
que rico pão, preciso de uma MFP,
agora tenho uma de massas para pagar e depois vem a de pão!!!
bjs

EU MULHER disse...

Amiga, obrigada por compartilhar essa receita. Será mais uma receita deliciosa para fazer ma minha MFP,rsrsrs. Hoje fiz novamente o pão de Deus e como sempre ficou maravilhoso.


Beijão

Emília disse...

Já adorei esse pão!!
Seu blog não me faz sorrir, as vezes me faz chorar de tanto dar risada!!rss
Beijinhos

ameixa seca disse...

Marly, o pão é essencial cá em casa :)
Samma, é mesmo muito bom :)
Alcina, hoje temos um dia de Primavera aqui no Norte :)
Alice, e eu queria uma de massas he he
Ana, estas receitas não falham, são fabulosas :)
Emília, chorar assim é bom ;)

Sushibaby disse...

Parece-me um pão delicioso, vou experimentar de certeza.

Vivian disse...

fala sério !!! é desse jeito a ventania por ai? entao vou me conformar com o calor que está fazendo !!

bjks

Noah disse...

Oi,
Estava passeando na net e encontrei no blog de uma confeiteira brasileira uma pergunta tua, sem querer ser redundante caso tua amiga já tenha respondido,,,
Leite Moça é uma das marcas mais tradicionais (Nestlé) do produto leite condensado.
Sabe assim como cerveja aqui no Brasil primeiro se pensa em Brahma q é uma marca antiga; ou lâmina de barbear - coisa antiga pra dedéu mas que ainda chamamos gillete ou seria gilette, não lembro mais a grafia correta.

Um abraço

Pão, Bolos e Cia. disse...

Shabbat Shalom, também para ti.
Está lindo, douradinho, apetitoso!

Xana disse...

lol.. realmente a ventania k tem estado é terrível :)..
Esse challah tem 1 aspecto óptimo mesmo...

Ricardo disse...

Que pãesinhos doces tão bom e tão bem dispostos, todos encorpados e bem atrevidos a mostrarem as suas sementes como que diz come-me. olha adorei mesmo. xxx

Cenourita disse...

Parece-me que finalmente hoje vou conseguir comentar no Canela Moída! Oh Ameixinha será que há algum conflito entre Canela e Cenoura? (ingredientes que até se combinam tão bem...)É que tenho chegado aqui e tem sempre dado erro (diz qq coisa como página não encontrada)...

Bem, mudando de assunto, verdade seja dita que vir ao teu cantinho é sempre um prazer, sai-se daqui sempre com boa disposição e cheia de cultura :)

Fiquei rendida ao Challah, mas parece-me que só mesmo confeccionado por ti, tens muito jeito e muita paciência.

beijocas

winnie disse...

Ficaram lindos!

ameixa seca disse...

Sushibaby, garanto que é delicioso! Obrigada pela visita :)
Vivian, hoje não esteve vento. Mas estes dias tivemos vento a cerca de 100km/h, o suficiente para derrubar muita coisa e fazer muita gente voar :)
Noah, agradeço muito a explicação. É que aqui temos a lata igualzinha mas diz mesmo leite condensado :)
Renato, o pão tomou conta de mim e, em parte, a culpa é tua :p
Xana, o pão é mil vezes melhor que o raio da ventania :)
Ricardo, e foram mesmo comidos, sem dó nem piedade :)
Cenourita, não me digas que és incompatível comigo? Não me digas que o meu blog está situado no triângulo das bermudas e não o consegues encontrar? A Challah é muito simples de fazer, a MFP faz quase tudo. Se experimentares nao queres outra coisa :)
Winnie, ficam com uma aparência muito comestível :)

Paula disse...

Querida Ameixinha,
pois tens toda a razao no que escreveste no meu Blog:)))) mas acredita que estes 5 graus de hoje, e acompanhados de Sol me permitiram ir la fora de t shirt :) ai sei que soaria a loucura, mas aqui eh diferente! havias de ver o F. de calcao na garagem ehehheeheh, um grande beijo para ti minha linda, e um muito obrigada pelas tuas visitas, continuas a ser amavel e gentil ! o teu paozinho esta com muito bom aspecto, ca em casa tb somos " paozeiros " e sempre que descubro uma pastelaria / padaria italiana ou francesa te garanto que entro e compro :)) a Portuguesa por aqui deixa um bocado " a desejar "...em Montreal e Toronto ate que eh boa, mas aqui talvez devido ah comunidade lusa ser canininha nao vale nada :((((, e tb ando a " namorar " uma maquina de pao , a decisao eh k esta mais complicada.Vou fazer essa comprita qdo viermos de ferias : ja temos bilhetes de aviao , hotel, decisoes onde irmos etc etc ! queres vir connosco ??? tenho a certeza que N York te daria um gde abraco, como aquele que sonho te dar um dia !
abracinhos e excelente dia da Mulher !

Manuela © disse...

Olá ameixinha :)

O teu challah está clarinho, mas as trancinhas perfeitas. Já fiz uma vez e o meu ficou muito rosadinho, só que a minha trança cresceu tanto que depois não se notava que era uma trança :( e por isso não publiquei, mas era super saboroso e fofinho. Mas ainda não desisti!

Karla disse...

Bom dia...começar um domingo a aprender:) adorei....
Ainda só fiz pães na MFP tenho medo que o meu forno esturrique os pães como faz com o resto...mas Ameixinha...tirei uma cloche do fundo do armário da minha avó e os bolos vão voltar a sair da minha cozinha :) não dá~é para pães...

Feliz dia da Mulher

beijinhos

"Manjares da Manu" disse...

Que lindo ficou o seu pão!!!
Tem um mimo la no meu blog p/ você!!!

Bjs...

Adriana disse...

Ficou com carinha de quero mais ,apesar de ser um pouco trabalhoso!Pena que não consigo acertar com pão!

bom domingo!

ameixa seca disse...

Paulinha, continuamos com um belo sol por aqui, mas T-shirt nem pensar :) Eu lá sou pessoa para recusar um convite desses!? Já lá estou à espera desse abraço :)
Manuela, gosto do pão claro, por isso não deixo tostar muito! Eu também vou tentando fazer melhor :)
Karla, esse teu forno pode vencer a batalha mas a guerra não :)
Manu, obrigada. Vou lá passar :)
Adriana, não é trabalhoso. Se quiseres nem precisas entrançar. É ao gosto do freguês :)

Avental da Micas disse...

Bom! Vejo que o Challah não é novo por aqui... eu confesso que é a 1ª vez que ouço falar e tenho curiosidade em prová-lo (depois das descrições e da tua foto). Ficou com a textura perfeita de um pão delicioso! (ía bem com o xarope de morangos, não?) ;)

Raspas de Laranja disse...

Feliz dia da Mulher. Olha que já andei ontem de t'shirt, pelo menos de manha. Bjs

Luciana B. disse...

Lindinha, você viu os challas no Rosmarino, feitos por uma autêntica kosher? :) Aliás, vou mandar para ela sua receita na MFP acho que minha amiga vai gostar.
Beijos!!

Nani disse...

Nunca tentei fazer nem com 5 nem 6 tranças, só as normais 3, ficou bem apetitoso, Feliz Dia, bjs.

Naninha disse...

Menina enquanto ai venta aqui faz calor, vamos trocar? rs
Este pãozinho é ótimo.
Beijos

Carmencita disse...

Ameixinha também é cultura.Adoro saber a origem das coisas.
Esse pão com uma xícara de café, ia me deixar bem feliz.Bjss

Gio disse...

Tenho direito ao selo porque sorri varias vezes a ler este post... gostei do pormenor da Mary Poppings, gostei de ler a historia do "rálá", gostei de ler o teu perfil, sobretudo a parte dos peluches que estou de acordo a 100%... enfim gostei do que li, vou levar o selinho comigo.... só não tenho é MFP...

ameixa seca disse...

Micas, pelos vistos não! Acho que ia combinar muito bem com o xarope, apesar de não precisar de nada mais para ser comida :)
Zé, isso és tu que és uma mulher quente ;)
Luciana, vi sim! Espero que a tua maiga goste :)
Nani, não se nota muita diferença. O que interessa é o sabor :)
Naninha, não troco nem por nada! Prefiro o frio ao calor :)
Carmencita, eu tento! Este pão vai bem com tudo :)
Gio, o selo é todo teu! Ainda bem que gostas do que vês e do que lês! Fico feliz com isso! Não tens MFP mas nunca se sabe quando vais ter :)

Sylvia disse...

Sabe que aqui , também fez um vento de dar medo. que coisa mais estranha!!!
Adorei seu pao challa , nunc fiz, mas com este calor ando meio com preguica de amassar.
Bjs

Magia na Cozinha disse...

O pão assim trançado ficou muito bonito. Parece delicioso! Bem fofinho!
Bjs :)

A DONA DO MUNDO disse...

QUE DELICIA, PENA QUE A MINHA MÁQUINA DE PÃO SE FOI( GANHEI DE PRESENTE DE UMA TIA LOUCA QUE SEM MAIS NEM MENOS VEIO AQUI E LEVOU O PRESENTE EMBORA, VÁ ENTENDER, NÉ)
NO MAIS PARABÉNS PELO SELINHO VC MERECE SEM DÚVIDA MIL DESSES, SEUS POST SÃO MUITO BEM HUMORADOS...
MUITO GIRO MESMO
BEIJO AMEIXINHA

Laurinha disse...

Ameixinha, este pão branco é simples e muito gostoso... já fiz algumas vezes... gostei da sugestão!
Beijinhos

Margarida disse...

Já há muito que quero fazer challah mas nunca me atrevi porque ser amassado à mão. Agora com a dica da mfp não há desculpa.
A trança ficou mesmo perfeitinha!
Boa semana pra ti!

argas disse...

Olá ameixinha...vim responder à pergunta da Carbonara...eu usei espinafres picados :) bjinho

ameixa seca disse...

Sylvia, com o calor não dá nem vontade de ligar o forno. Aqui faz frio :)
Claudia, uma delícia :)
Karoline, que história mais estranha he he Loucura! Pode ser que ela volte :)
Laurinha, eu gosto de comidas com história :)
Margarida, és só tu e eu. Tudo que conseguir fazer na MFP eu nao deixo passar. Experimenta que vais gostar ;)
Argas, obrigadinha :)

edinha disse...

Que delícia de pãozinho.
Beijinho

Armando e Fátima disse...

Cheguei à conclusão de que o Pão de Challah é bom, seja qual for a receita. Eu costumo seguir a receita da Cinara (Cinara s Place) que acho um pouco mais fácil ( talvez por ter sido a primeira...).Faço tudo na MPF e fica um pão de Forma delicioso, seja com doce, queijo ou simples!(Isto é para preguiçosas como eu...)Mas vou experimentar da próxima vez fazer as tranças!!!Bjs e parabéns pelo "selo". O teu Blog também me faz sorrir e dispõe bem! Bombom

ameixa seca disse...

Edinha, por acaso é :)
Bombom, como eu queria dar mesmo a forma de trança não cozi na MFP mas claro que é mais fácil assim :)

gasparzinha disse...

Que maravilha!

Fiquei cheia de vontade de fazer, a massa parece tão fofinha...

Beijinhos. :)

ameixa seca disse...

Gasparzinha, bem vinda!!! Já vi que, finalmente, resolveste criar um blog :) Vou lá cuscar he he
Este pão é mesmo fofinho e eu sei que até gostas da tua MFP! Experimenta :)