quarta-feira, 20 de maio de 2009

Pão de Espelta


Eu nunca fui boa a fazer pão à mão. A MFP trouxe-me a oportunidade de fazer bom pão sem eu me incomodar muito.

Há uma coisa que eu não gosto nada e que é meter as mãos na massa e sujar os dedos. Mas há coisas que me incomodam muito mais, como o facto das receitas não estarem correctas e, para mim, esta receita não pode estar correcta. Como raio de consegue moldar uma massa em baguetes se ela está líquida? Se mesmo colocando montes de farinha, ela continua líquida? Tenho o cérebro em água, ou seja em líquido por causa desta receita...

Pobre de mim que nem forno com regulação de temperatura tenho, quanto mais termostato? Estes livros exigem demasiado de mim pahhh e qualquer dia vou precisar de terapia de choque depois de tanto trauma com o pão! :)

Acho que vou ter mesmo que comprar aquela forma de baguetes para conseguir ter baguetes direitinhas de pão! Alguém já tentou fazer esta receita? É daquele livrinho da Larousse que se chama "Aprender a fazer pão". Eu, pelos vistos, ando a faltar às aulas porque não aprendi nada, acho que vou ter que pedir para a lista dos alunos com necessidades educativas especiais :)

Adiante... a forma não ficou em baguete mas ficou um pão delicioso! Basta ter iogurte na massa, ficou com a base e as bordas bem crocantes e o miolo muito fofinho :)



Para 4 baguetes de 350g, aproximadamente:

500g de farinha tipo 65

300g de farinha de espelta

500ml de água

1 colher (sopa) de sal

2 colheres (sopa) de mel (usei açúcar)

2 colheres (sopa) de azeite

1 iogurte natural

3 colheres (café) de fermento em pó (usei fermento de padeiro)

Preparação:

Deite a água na máquina e junte-lhe o sal, o mel, o azeite, o iogurte e as farinhas. Adicione o fermento, distribuindo-o sobre estas (se for fermento de padeiro dissolva na água morna e coloque o sal depois das farinhas).
Seleccione o programa "massa" e ligue a máquina.
No fim do programa, aqueça o forno a 40ºC (termostato 1).
Retire a massa da máquina, enfarinhe as mãos e, sem a amassar, divida-a em quatro partes iguais, dando-lhes depois a forma de baguetes. Disponha-as num tabuleiro e, em forno morno deixe repousar durante 1h 30 m a 2 h. Retire e cubra o tabuleiro, para evitar que a massa baixe. Aumente a temperatura para 230ºC (termostato 7-8) e leve a massa, de novo, ao forno durante 30 minutos.
Deixe arrefecer sobre a rede.


Notas:
Não notei qualquer diferença de sabor no pão feito com farinha de espelta. Creio que a única diferença que existirá será a nível nutricional. Se não quiserem comprar a farinha de espelta (custa os olhos da cara) usem de centeio ou integral que, para mim, vai dar exactamente ao mesmo e é na mesma muito saudável.

Fiz três baguetes, com a outra parte vou fazer uma espécie de pizza para mim agora ao jantar!



A Rute atribuíu-me um selo e que é suposto dedicar a 10 blogs cujas administradoras estimulam diariamente os neurónios. Como eu tenho poucos neurónios, é fácil estimulá-los :)

Agora tenho que passar a outras blogueiras. Vou passar a:

Noémia (óbvio que tinha que passar a ela porque ela é o meu "gajo" que pensa e mai nada!)

Paula (esta mulher pensa desde o Canadá, e pensa tão jovem que até foi à Disneyland!)

Cláudia M. (ultimamente tem pensado no "pau" tanto quanto eu he he)

Mónica (pensa em chocolate e mexe com toda a blogosfera que é gulosa!)

(pensa no Fê Cê Pê e, só por isso merece o selo!)

Mary (pensa em comidas impensáveis mas muito comestíveis)

Ana (pensa em português com sotaque do Brasil)

Isabel (tem anjos que a ajudam a pensar e só saem coisas deliciosas)

Janeca (uma pérola que pensa, querem maior riqueza?)

Conceição (pensamentos que saem de um baú mas que não cheiram a mofo he he)




Da Anabenfica recebi o desafio de dizer quais as 5 situações da minha vida que mereciam ser repetidas em câmara lenta e explicar porquê.

1ª Ida a Londres, se pudesse voltar lá iria gozar ainda mais o tempo que estive lá. Se possível ir com mais dinheiro no bolso porque adorei aquilo mas sem money não dá!

2ª Não é uma situação mas é uma fase da minha vida chamada infância que foi espectacular e que gostava de voltar a reviver (acho que se chegar a velha vou revivê-la, né?).

3ª A faculdade, foram 5 anos de coisas boas e más, mas foi uma época fantástica da minha vida em que aprendi muito, fiz bons amigos e tinha uma certa independência sem ter que dizer a ninguém onde ia e de onde vinha he he

4ª No geral, todas as situações em que chorei a rir... são sempre dignas de serem repetidas em câmara lenta.

5ª Estou a guardá-la para uma viagem, para um amor, ganhar o euromilhões ou qualquer coisa assim que mereça ser recordada e revivida :)


Se as meninas que eu nomeei acima quiserem dar seguimento a este desafio, são livres de o fazer!

72 comentários:

lili disse...

não sairam baguetes mas esse pão deve ter ficado uma delicia!
bjs

Luísa Alexandra disse...

Olha que para mim está fantástico o teu pão!

Patyxa disse...

Esta um paozinho mto lindo :)
Beijokas

Bella disse...

Pois esse pão saiu muito bem.

Eu é que já não me meto a fazer pão, pois acho que é tudo tão complicado e exigente.

Eu só entendo receitas simples e rápidas :P

Bjs

Akemi disse...

Seus textos continuam otimos querida! Nunca saio daqui sem um sorriso nos labios! Vc eh muito comica!!! rss Eu achava que sabia alguma coisa de pao, mas agora no Brasil vi que nao sei nada. Cada pau duro que tem saido do forno aqui que vc nao imagina!!! rss
Pao frances eh algo que ainda nao me atrevi a fazer em casa mas so de imaginar um paozinho desses mal saido do forno com uma boa pincelada de manteiga.... hummmm!!

argas disse...

Mesmo assim, ficaram com muito bom ar! Sabes, ainda hoje li no blog Pão, Bolos e Cia que a nossa farinha absorve pouca água, assim nas receitas internacionais devemos sempre aumentar um pouco a farinha. Pode ser disso :|

Quanto ao buttermilk, antes de o encontrar no Aldi, onde fica muito barato, fazia com leite e vinagre e agora que já experimentei o "original", acho que não fica nada parecido, nem em sabor, nem na textura que dá ao que fazemos :)

Adoro ler os teus posts...:)

bjinhos

Natércia disse...

Ameixinha mas o teu pão está lindo! 20 valores já podes ir para o tal sitio que a gente sabe pelo menos pãozinho não vai faltar. Um beijo...

ameixa seca disse...

Lili, estou sozinha em casa e já marchou quase a "baguete" toda do lado esquerdo he he
Luísa, o sabor é óptimo... gostava era que tivesse ficado mesmo baguete :)
Patyxa, obrigada pela visita e pelo comentário :)
Bella, não é complicado, especialmente se tiveres uma MFP :)
Akemi, as minhas aventuras na cozinha é que continuam uma desgraça he he Felizmente este pão não saiu duro, ele ficou bem molinho... uma delícia com manteiga (também já provei com manteiga há pouco) ;)
Argas, eu li também lá mas mesmo juntando mais farinha a coisa não se deu :) Com essa do buttermilk calaste-me! Eu nunca experimentei o original, achei que ia dar ao mesmo essa coisa do leite com o sumo de limão.
Natércia, pelo menos as tropas ficam bem alimentadas he he

Leonor de Sousa Bastos disse...

Olá Ameixa!!

Eu odeio receitas que dizem uma coisa e dão noutra...é mesmo para nos por com a cabeça em água!
Apesar de tudo, o pão de espelta ficou com um aspecto óptimo e uma crostinha maravilhosa!

As formas que procuras são aqueles tabuleiros de forno ondulados? eu já quis comprar um mas são tão caros que desisti!...até já estive para ir a um serralheiro e pedir para me fazer uma forma ondulada que fique por um preço mais em conta....

Beijinhos!

Sushibaby disse...

Pois nem sempre as coisas saem como esperado mas para mim esse pão tá com um aspecto delicioso.

Nana disse...

Ameixa, muita água para pouca farinha querida.
Normalmente eu esquento um copo americano de quantidade de água e vou colocando aos poucos até dar o ponto.
Na máquina não consegue fazer isso?

Bjs

Mari disse...

Ameixinha, não duvido nada que tenha erro na receita... realmente, moldar uma baguete com a massa líquida, não dá!!! Também não sou nada boa em fazer pães, por isso, uso minha mfp para fazer o "trabalho sujo" (sova e fermentação"... se a massa está de acordo, eu moldo e asso... se acho que ainda está mole e vai me melecar toda, coloco numa forma de bolo inglês e pronto..
By the way, teu pãozinho ficou lindo, mesmo não se parecendo com uma baguete.
Bjo grande,

Mari

anabenfica disse...

Eu tb tenho serio serios serios probelmas com o pao. Não consigo fazer pao. Vivi durante 22 anos por cima de uma padaria, contaminada diariamente com o cheiro a pao quente e sempre alimentei o sonho de um dia fazer pao.

Mas não consigo...nao cresce.

A dia em que irei comprar uma massa de fazer pão já esteve bem mais longe...

Vânia Costa disse...

ahah... por isso é que eu não faço pão sem a minha MFP... é pa nao ir pras necessidades especiais também...

Mas olha, já diria o povo... Só se perdeu a forma, o conteúdo tá lá todo!

E com bom aspecto, mesmo sem ser uma baguete eheh

Beijinhos amiga e não desesperes!

Abelha Maia disse...

Eu quando li o nome fiquei logo curiosa...para mim pão com grandes complicações, tb não me seduz...a mfp é mesmo para facilitar.
Mas o conteudo está lá e bem saboroso é o que conta.
bjs

Abelha Maia disse...

Voltei para te dizer e esqueço-me sempre que os teus animais são uma fofura...mas eu sou suspeita mesmo...tenho uma afinidade ,muito grande pelo reino animal.
bjsss

Lourdes Sabioni disse...

Bem vinda ao clube dos traumatizados com pães...KKKK...temos sempre algo em comum...Bjs

Noémia disse...

Oh "espelta", não te culpes a ti por não conseguires fazer baguetes com massa líquida. É óbvio que aí há um erro qualquer, tu a "barra" dos pães!
E até tem muito bom aspecto esse pãozinho...:)
Olha obrigadinha pelo "gajo" pensador e pelo selo.

Eu Mulher disse...

Minha amiga querida, desculpa minha ausência em seu blog, é que estou em uma cidade que a net é ruim de pegar. Quero lhe agradecer pelo selinho e dizer muito obrigada!

Amanhã já estaremos voltando para casa e retomaremos nossas atividades normais.

Muitos beijos com sotaque do Brasil

Hewitty disse...

Olá tudo bem?

Está interessada em troca de links com meu blog de receitas?

bjos

http://cuisinebrasil.blogspot.com/

Cláudia M. disse...

Isto hoje tem que ser por pontos:

1. Farinha de espelta???!? ok!, deves ter razão!

2. Com que então, ando sempre a pensar no .....? Bem, se eu te apanho!

3. Nem queiras saber como os meus neurónios andam estimulados! Lembras-te das duas pilhas de papel? Pois bem, ainda só despachei uma! Agora imagina o que estes neurónios têm sofrido!

4. Dedicado a ti, vou agora mesmo colocar uma foto para adivinhares o que é! Se acertares, vou-te entregar o prémio pessoalmente!

5. Beijinhos

Alcina disse...

Ora se a receita deu tão errado, o resultado não me parece nada mal :-)aliás para mim é ideal, bem baixinho, para comer pouco pão e meter muito recheio hehehe
bjs

Sónia Alexandra disse...

Este pãozinho ficou com aspecto delicioso. jinhos e boa noite.

Fátima disse...

Eu adoro comer e fazer pães, adoro que tenho apanhado bastante pra faze-los, uns saem bons, outros nem tanto, mais vou tentando,vou tentar e consegui fazer esse seu também.beijinhos.

Karla disse...

Ameixinha...babei a olhar para essa experiência falhada :P É que antes de ler pensava que era um pão chapata qu eu adoroooooo e é tal e qual assim!

Adorei...mas continuo sem arriscar sem a minha maquineta linda :P

ameixa seca disse...

Leonor, sao essas formas sim. Até nao é má ideia pedir para fazerem :)
Sushibaby, os meus pais também gostaram e já comeram agora ao jantar com sardinhas assadas :)
Nana, na máquina primeiro entram os líquidos e depois os sólidos. Para a próxima vejo isso :)
Mari, traduzem os livros mas esquecem-se de adaptar para os produtos portugueses :)
Anabenfica, o pão até cresceu bem mas como estava a massa mais líquida cresceu mais para os lados :)
Vânia, por acaso ficou mesmo bom :)
Abelha, somos duas :)
Lourdes, felizmente isto não acontece com todos :)
Noémia, tu és bem feminina mas se fosses gajo olha... eras um pão he he
Ana, tudo bem. Aproveita muito e voltem com calma :)
Hewitty, eu não faço essas trocas. Se gostares do blog és bem vinda e eu faço o mesmo com o teu :)
Cláudia M., já lá fui ver mas o nome já sabias que eu não ia acertar porque não ando tão dada ao "pau" como tu he he
Alcina, até resultou muito bem e ainda fiz uma pizza deliciosa agora à noite. A minha mãe provou e disse que este pão é mesmo bom :)
Sónia, o sabor ainda é melhor :)
Fátima, és como eu. Apesar dos que saem menos bem nós não desistimos :)
Karla, eu usei a maquineta. Se fosse para fazer tudo na máquina a massa ia sair da cuba num instante porque 800 gramas de farinha é demasiado para a cuba da minha MFP :)

Marly disse...

Ai, se fazer pão já exige um certo traquejo (ou paciência, pelo menos), fazer um pão com a receita
errada é impossível. Mas o seu parece poroso, o que é um sinal de
"fofurice" (o que me faria comê-lo sem pestanejar)! Eu também fiz um pãozinho ontem. Qualquer dia desses
postarei a receita.
:)

SusanaG disse...

Esse pãozinho, a esta hora da noite, já me está a abrir apetites! Comer uma fatia... nham :)

Margarida disse...

Ameixinha, tenho o livro aqui mesmo ao meu lado. Esta e a receita que postei ontem foram as que mais me chamaram à atenção e as baguetes vão sair para a semana talvez. Mas agora fiquei receosa. O pão de quatro farinhas como viste ficou perfeito. Mas eu vou testar e depois digo-te. Se não sair baguete sai uma chapata de espelta como a tua! **

Moira disse...

Ameixinha,
Que pena que não saiu bem, mas pelo menos estava saboroso.
Há imensas receitas engatadas por aí, mas não devia haver nos livros.
De próxima sai melhor :)
Beijocas
Moira

Mary disse...

Também não gosto de sujar as mãos, nem tenho pachorra para sovar a massa!
Mas Ameixinha, se um dia a Terapeuta vier a precisar de terapia, temos o mundo virado do avesso! hahaha :)
Gostei da receita com a espelta, o mel e o famoso iogurte (já ouvi maravilhas sobre ele no pão)...e se me convidasses para o lanche, comi um pedaço toda contente! À pois é! :)
Obg, pelo selinho, acho que estes miolos andam a pedir uma férias! lol:)

*-._.-* Anita *-._.-* disse...

Que pão bem diferente...gostei...adoraria prová-lo...

bjssssssssssss

ameixa seca disse...

Marly, a massa ficou bem aberta e muito fofo. O problema foi mesmo dar a forma de baguete... impossível :)
SusanaG, rende bastante. Ainda há se quiseres :)
Margarida, fico à espera da tua opinião acerca da massa :) Depois diz qualquer coisa. O de 4 farinhas não ficou líquido também? 500ml de água mais o iogurte é tanto líquido quanto esta receita...
Moira, até saiu bem só não saiu no formato que eu queria he he
Mary, os médicos também ficam doentes :) Ultimamente tenho usado muito o iogurte no pão e nas massas de pizza, desde que experimentei, não quero outra coisa :)
Anita, sobrou para o pequeno-almoço de amanhã e ainda mais :)

Carol disse...

Para yo su pão estás perfecto!!! Bessoss

Heloísa disse...

Ameixa,
A tecnologia deveria ser um pouco mais perfeita, para que pudéssemos experimentar, on-line, esse pão de cara tão boa.
Beijos

Gina disse...

Ameixa, também me chateia essas receitas que não dão certo. E dá-lhe adicionar isso ou aquilo, para salvar o prato.
Menina, não é que ganhei do marido a MFP no Dia das Mães. Se já gostava de fazer pão, agora minha casa virou uma padaria, com fornada a cada 2 dias!
Bjs.

A DONA DO MUNDO disse...

SABES QUE MINHAS TENTATIVAS DE FAZER UM BOM PÃO NEM SEMPRE SÃO VITORIOSAS
ANDO A ESCUTAR MUITO QUE SE EU FOSSE GUARDAR MEUS PÃEZINHOS, QUE MAIS PARECEM TIJOLINHOS, PODERIA CONSTRUIR UMA CASINHA DE BONECAS, HEHEHE
BITOKAS

Su7i disse...

Com a receita certa ou errada, a verdade é que esse pão ficou com um aspecto delicioso! Beijinhos

Sabores de Aromas disse...

Ameixa.
Que belo pão,mesmocom a receita errada,niguem diria:) porque está lindo,e deve estar muito bom.



bjs

Doces Temperos disse...

Realmente deve ser mesmo agradavel este pão!Eu gosto muito do nome, acho curioso.
bjos

gasparzinha disse...

Ameixa, tanto cuidado para escolher a receita de estreia da farinha, edepois deu nessa confusão!
Mas o aspecto é bem tentador e se dizer que gostaste do sabor, o resultado acabou por ser positivo.

Eu já fiz a receita da margarida do pão 4 farinhas e resultou uma delícia! Publiquei hoje mesmo. :)
Tem muito líquido mas leva muita farinha, por isso a proporç~~ao equilibra-se.

Gostei da ideia da Leonor!
Vou procurar um serralheiro. :)

Beijihnos.

ameixa seca disse...

Carol, comentário com sotaque espanhol? he he
Heloísa, os livros também deveriam ser mais perfeitos e conter as receitas correctas :)
Gina, então tens que começar a postar os teus pães :)
Karoline, este ficou bem molinho :)
Suzi, e está a ser comido a alta velocidade :)
Mary, mas convém sempre avisar as pesoas que nem tudo corre bem :)
Amélia, é o nome da farinha, por acaso é engraçado :)
Gasparzinha, só mesmo comigo. O que vale é que a massa ficou excelente e todos gostam. Pensei que nem iam comer mas ficou mesmo muito bom :)

Canela disse...

Ameixinha
De aspecto ninguem diria que a receita estava errada,tu salvaste o paozinho...
Já estive a desfolhar esse livro,mas contive-me...
Com a fome que estou agora ,comia as baguetes todas!
Bj

Mangia che te fa bene disse...

Achei lindos os pães!
Também tenho dificuldades com essas massas tão líquidas...outro dia fui fazer uma Ciabatta e esparramou tanto na forma que ficou mais para pão árabe...
Beijos!

http://mangiachetefabene.wordpress.com

Cris disse...

Hum que delícia... ficou parecendo ciabatta, uma vez fui fazer e não confiei na massa líquida e acrescentei mais farinha, é claro que não deu certo... bem, agora esta receita sua com iogurte deve ficar divino... beijos!

Baú da Conceição disse...

Ameixinha, muito obrigada pelos selinhos, tenho andado fugida, mas logo logo, volto.

Quanto ao pão acho que realmente tem liquido a mais, mas até que ficou bem bonitinho, e o importante é mesmo o sabor.

Beijinhos.

Nela disse...

O aspecto nem sempre fica bem, mas a mim o que conta mais é mesmo o sabor, desde k saiba bem!beijito.

risonha disse...

já estou marafada com a vossa conversa!!!
mas afinal onde é que há farinha de espelta? nunca vi nada disso....

RUTE disse...

Olha, eu por acaso também tenho alguma incompatibilidade com a farinha de espelta (porque tem pouco gluten). Mas a mim, pães com espelta não crescem, se dizes que esse ficou fôfo...não temos o mesmo problema :-))

E já vi que conheces muita gente pensadora! Gostei do que disseste da Mary (que pensa em comidas impensaveis mas muito comestiveis LOLOLOL concordo!)

Beijokas.

Cenourita disse...

Munina Ameixinha
Eu ando mesmo mal... até das vistas, li os ingredientes da receita mais que uma vez e li sempre farinha "esperta". E dizes tu que não és boa padeira de mão... não provei, mas gostaria de ter provado!

beijocas***

ameixa seca disse...

Canela, ontem congelei a parte do meio para ter pão fresquinho. A minha mãe disse-me hoje que era melhor colocar a descongelar he he Ficou mesmo bom!
Verena, eu tentei fazer um pão redondo mas ficou achatado e aproveitei para fazer pizza com ele. Ficou super bom :)
Cris, acho que tudo que leva iogurte fica delicioso :)
Conceição, ainda bem que apareceste. Fico contente por saber que está tudo bem :)
Nela, não devemos julgar nada pela aparência :)
Zézinha mais linda, não te marafes rapariga!! Eu comprei esta farinha no intermarché na prateleira de produtos biológicos mas nas casas de produtos naturais tipo Celeiro também deves encontrar :)
Rute, por não ter gluten custa muito mais a crescer. O meu não cresceu para cima mas cresceu para os lados he he
Cenourita, se a farinha é esperta eu não sei mas diz que faz muito bem à saúde :)

Magia na Cozinha disse...

Eu nunca provei espelta, mas se é tão dificilmente vou comprá-la, ainda que muito saudável.
Quando a massa é muito líquida não tem jeito, o pão tem que ser colocado numa forma de pão apropriada. Aprendi isso num livro sobre pães que acabei de comprar.
Bjs :)

Nani disse...

Eu acho que não deu baguete porque a quantidade de líquido é para um 1kg de farinha, tenta reduzir o líquido para a próxima, o que interessa no final é o sabor, bjs.

Naninha disse...

Eu já amo por a mão na massa, nem tenho a máquina, rs
Esse teu pão ficou excelente!
Beijos

Mari disse...

Ui! Este pãozinho deve ter ficado um sucesso. Fico imaginando ele saindo do forno, quentinho....
Bom final de semana, querida.

Anette disse...

Não te apetece simplesmente "espancar" quem inventa receitas que não dão em nada???

Que nervos...

Olha, mas, esquecendo que a massa estava liquida, ficaram fantásticos segundo a tua descrição!

E a foto da pizza, hein?

Beijinho grande

Isabel disse...

Essas receitas erradas são o pior que pode existir, mas olha, o que interessa é que o paozinho ficou bom e comestível. Mau, era se não se conseguisse comer!!!
Tu tens que escrever um livro com as tuas aventuras na cozinha!
Bjs

edinha disse...

O que interessa é que ficou bom :)
Beijinho

Mónica Teodoro disse...

Está com bom aspecto sim senhor e quem me dera puder prova-lo mas tenho a certeza que a esta hora já desapareceu todinho.
Beijinhos e bom fim de semana.

"Manjares da Manu" disse...

Pode não ter saído como vc queria, mais deve ter ficado uma delícia!!!
Bom fim de semana!!!

Bjs...

Manuela © disse...

Eu acho que o pão ficou bom, o miolo está aberto e tudo. Acho que só te faltam mesmo as formas. Já cheguei a ver por cá num supermercado, são daquelas tipo papel de alumínio mais grosso e franzidas, não é? Os americanos é que usam muito disso. Se eu vir nalgum sítio compro para ti :)

Beijinhos e bom fim de semana.

ameixa seca disse...

Cláudia, pois é. Deveria ter enfiado a massa numa forma tipo bolo inglês mas a esperança é a última a morrer :)
Nani, o livro devia vir adaptado para as farinhas portuguesas. Não custa traduzir e colocar à venda assim. Custa é a quem faz :) Mas salvou-se e já não há pão!
Naninha, esta massa grudou em todo o lado. Não aconselho a colocar a mão nesta sem juntar mais umas quantas gramas de farinha :)
Mari, comi um pedação com compota e outro com mnateiga quando saiu do forno he he
Anette, apetece-me esbarrar essa pessoa contra uma parede :) Mas depois passa! Fatia da pizza não tirei mas a massa fica excelente e coloquei milho, bacon aos pedacinhos, pimento verde, molho de tomate e queijo mozzarella. Ficou um mimo :)
Isabel, pelo menos ficou comestível. O meu pai é um esquesito e adorou :)
Edinha, pois é :)
Mónica, já vens um bocadinho tarde :)
Manu, por acaso ficou melhor do que o que eu pensava :)
Manuela, o miolo ficou bem aberto e o pão ficou muito bom mesmo! Pena não dar para modelar a massa. As formas são dessas sim... os americanos nem são burros de todo :)

AB disse...

Pode não ter ficado em baguetes mas tem um aspecto muito saboroso. Diz-me uma coisa, eu não tenho essa coisa MFP ou lá como se chama para fazer o pão, achas que se fizer em forno normal o resultado será identico. Ao contrario de ti, eu gosto de amassar. Gosato de pôr as mãos na massa!
Beijocaq grande e bom fim de semana.

Smsn - artes e ideias disse...

olá

Obrigada pela visita:)
ainda bem que gostas-te do meu blog:)

espero continuar a receber a tua visita:)

bjkas

bom fim de semana

smsnartes

Cucchiaio pieno disse...

Querida Ameixa, me diverti muito com o teu post! Para quem nao gosta de sujar os dedos, teu pao saiu excelente, as fotos ficaram lindas. Bjos.
Léia

winnie disse...

também já tive esse problema com receitas, normalmente vou juntando mais farinha.

Ricardo disse...

Uma daquelas coisa que ainda não ganhei coragem para fazer ...pão PÃO...este ficou bem bonito e tão fofo dentro da qualidade dele. yum :) jinhos xx

ameixa seca disse...

AB, acho que se fizeres manual não há problema. Aconselho é a juntar mais farinha :)
Smsn, claro que sim :)
Léia, eu não queria sujar os dedos e acabei por sujar as mãos e a roupa :)
Winnie, eu juntei um pouco mais mas não pude juntar mais senão a massa ia crescer e vir para fora da cuba :)
Ricardo, eu faço mas com a ajuda da MFP :)

moranguita disse...

podem ter ficado mal em relaçao a forma mas o sabor e que conta naoe e?
beijinhos

ameixa seca disse...

Moranguita, exactamente :)

Abelha Maia disse...

Tens razão, já estou esclerozada...hehe.
bjs

ameixa seca disse...

Abelha, eu também não me lembro dos prémios que as outras blogueiras têm. É perfeitamente normal :)