terça-feira, 27 de maio de 2008

Festival Nacional de Doçaria Conventual e Tradicional


Landim é uma freguesia de Vila Nova de Famalicão, que todos os anos em Maio recebe no largo do Mosteiro um festival de doçaria. São três dias de muitos doces e de alterações de colesterol em que a balança também oscila. Não deixo nunca de lá ir, mas este ano esteve um tempo horrível e só no último dia à última hora fui ver o que havia. Desta vez, trouxe uns docinhos da região de Braga e de Aveiro (não posso deixar os ovos moles de lado) para provar um bocadinho de cada. São compostos essencialmente por muitas gemas e açúcar... depois alguns levam gila, nozes, amêndoas, pinhões e etc. Torna-se muito complicado escolher o melhor porque são deliciosos. Hoje começa a dieta :-)
Deixo-vos alguns exemplares:



1ª foto: Barricas de ovos moles
2ª foto (da esquerda para a direita): pastel de ovos moles; pastel de feijão; queijada de gila.
3ª foto: sopa dourada
4ª foto (de cima para baixo): amendoado, ovo mole, castanhas de ovos.

22 comentários:

monica disse...

Isto é pecaminoso, tanto doce conventual junto.Gosto imenso de ver estes docinhos, eu também gosto de comer com os olhos. Obrigada por partilhares estas delícias. Beijinhos

Florescer disse...

Boa!! Para Novembro também cá vamos ter a nossa!!
É sempre uma delicia receber estes tipos de eventos... doces...
Beijinhos.

cupido disse...

Caramba, isto deve ter sido imperdivel... Mas o Viseu gourmet também :)

mesa para 4 disse...

TAMBÉM QUERO !!!! BUÁÁÁ !!!

turbolenta disse...

(Tudo com um aspecto horroroso e que faz muito bem à dieta).
lol lol
Ai se eu por aí passasse também não me escapavam não. Embora ande numa tentativa de dieta, muitas vezes não tenho força suficiente para resistir aos doces conventuais portugueses que são, sem dúvida, dos melhores doces do mundo.
Conheço bem alguns do que a foto mostra.
boa semana

Nana disse...

Ameixinha,
fiquei curiosa referente a estes doces de ovos moles kkkkk
Não esta disposta a fazer e postar aqui na sua cozinha, para matar a curiosidade da sua amiga brasileira?!
hein hein hein?!?!
Pedindo com carinho ;o)
Bjsss

Nysa disse...

posso encomendar uma caixinha dessas :-)? beijocas

Gourmandise disse...

É, fica um pouquinho longe daqui...rsrs
Uma pena! Pelo menos economiz as calorias...

bjo,
Nina.

Marcos disse...

Ameixa também quero um bolinho...
um abraço. Marcos:))

anna disse...

Isto é o verdadeiro festival da tentação, não?
Ainda bem que fica longe de Lisboa, senão eu viria a rebolar para casa... lol!
Beijinhos doces.

Docestemperos disse...

Adoro doces conventuais. Sem dúvida que estas iniciativas são de louvar porque temos uma doçaria tão rica e que é parte intrinseca do nosso património cultural. há que preservar e mostrar cada vez mais tanto em portugal como ao mundo. Alias penso que a nós blogueiros da culinária também nos cabe em parte a tarefa de divulgarmos sempre que possivel as receitas tradicionais que herdamos de modo a preservar esse património tão rico.
Amélia
Docestemperos

Manuela disse...

Que tentação calórica!!!!

Nani disse...

É só para a engorda assim já não caibo no biquini..eh..eh, sempre a divulgar o que de bom há na nossa terra, parabéns

Nani disse...

Ameixinha, podes sim bater com batedeira, como indica a receita e papel manteiga já vem untado e podes sim por papel vegetal o que convém porque como a massa fica muito líquida torna-se mais fácil de desenformar com o papel, desculpa ter respondido só agora mas ando mt atarefada com tanto trabalho, bjs

Espaço do João disse...

Como já estou um pouco usado, tenho que fazer abstinência de certas guloseimas.Também pelo meu colesterol que é congénito terei que ter mais cuidado.

Agora resposta ao nº. de nascimentos. Com este andar já tenho aprendido muita coisa. Fazia-me uma confusão até esta data, os nascimentos. Desta vez a coragem superou tudo e, até ajudei o cridor. Estou preparado para outras operações de igual teor. Só consegui fotografar depois do nascimento realizado. Foi com uma salva de palmas que a mãe vaca foi brindada. Felizmente tudo correu muito bem.

ameixa seca disse...

Fiquei com a sensação que já tinha respondido aos vossos comentários. Ando desnorteada com tanto açúcar :) Para quem queria, já não há, infelizmente! Nem deu tempo para pensar no bikini ou nas calorias a mais :) É comer sem pensar. A gula venceu!
Eu sou sincera e de facto, não sei fazer estes doces regionais apesar de ter algumas receitas. Mas levam muitos ovos e açucar e se eu começar a fazer, não sei onde isto vai parar. Mas, um dia destes, experimento os ovos moles que eu adoro. Só não vão ficar lindos nas formas de hóstia porque eu não tenho isso. Mas, sem dúvida, que o nosso património gastronómico é enriquecido por estes docinhos maravilha!

BetiCris disse...

Isto é um pecado...bem deliciosoooo!! Também queria! adoro todos estes docinhos cheios de ovos e açucar.

beijinhos

ameixa seca disse...

Pois é BetiCris, mas não sobrou nada... aqui "rapou-se o tacho".

janeca disse...

Ameixinha atrasei-me um bocadinho e tu...pumba comes-te tudo,podias ter deixado só um para mim!!!
adoro estes docinhos regionais.

bjinhos!

Alegna disse...

Que pena eu estar na outra pontinha do Pais... adoraria ir a um festival assim tão guloso...

edinha disse...

Tanta coisa boa!!!
Assim não vale uma pessoa fica a babar :)
Beijinhos

ameixa seca disse...

Janeca, a gula cá em casa foi mais forte :)
Alegna, por aí também deve haver. Eu tenho pena de estar neste canto e não provar as tuas delicias ;P
Edinha, é verdade. Eu babei as montras... por isso trouxe alguns para casa :)