sexta-feira, 9 de maio de 2008

Formas e bolinhos

Hoje era para fazer um bolo encharcado/emborrachado/bêbedo/entornado/ com a pinga... podem escolher :-) Mas, a minha prima apareceu-me cá a casa depois do jantar e pediu para lhe fazer um bolinho de laranja para levar para o infantário. Acho que uma vez por mês as funcionárias habilitam-se a ter que levar um bolo para vender e angariar dinheirinho para os miúdos. Ora, comprei umas formas novas. Era uma boa oportunidade para experimentar uma das formas. Tratei de tudo e enfiei o bolo no forno. No final, já se sentia o cheiro a "querer queimar" e lá lhe espetei o palito a modos de ver se estava no ponto. Estava meio mole, com aspecto pesado, mas não dava para continuar a esturricar ali. Retirei e, pensando que estava arruinado ou como dizemos por aqui: com "pito", tratei de fazer outro igualzinho e mudei apenas a forma. Isto porque a forma nova é muito bonita, mas é muito pesada, parece ferro fundido e acho que influenciou em muito o aspecto e a cozedura do bolo. Quando a comprei passou na caixa de supermercado como "forma de pudim" mas achei-a tão bonita que pensei que podia experimentar com bolos. O bolo acabou por ficar com bom aspecto por dentro (porque entretanto abri para ver como estava) mas em comparação com o outro feito numa forma das ditas "normais" não tem semelhança nenhuma. Acham que será melhor não utilizar este tipo de formas para bolos?
Bem... fica a foto da forma e amanhã tiro aos dois bolos e posto a receita, que isto já não são horas de andar por aqui :-)

20 comentários:

Marcia disse...

Menina, viva, não sobreviva! a vida é bela apesar de existirem algumas coisas com as quais não concordamos. Lindo seu blog, vá em frente e sucesso!!! Beijinhos daqui do Brasil

Axly disse...

Realmente Ameixa, a forma pode influenciar sim... você diz que ela é pesada, vai ver por isso passa mais calor ao bolo, que tem uma estrutura delicada.
De repente valeria a pena experimentar de novo, se não der certo, use-a apenas pra pudim.
Kisss^^

Fátima (cemporcentoacucar.blog.com) disse...

Olá! Passei por aqui..tive de ler o Blog todo!
Hei-de passar muitas mais vezes!
Beijinhos

LPontes disse...

Além de continuar por aqui no Comidas Caseiras, podem espreitar outras aventuras mais criativas mas em que a "comida" continua a reinar. Chama-se "Outras Comidas" e está em: www.outrascomidas.blogspot.com

Obrigado

Luís Pontes

Natércia disse...

Minha querida Ameixa tu rialmente estás de mal a pior não te preocupes a vida é para ser vivida assim mesmo uns dias as formas outros os patos depois ainda as mangas, mas cada vez que venho aqui é um remédio para mim fico bonita por dentro e por fora por ver que tu és uma pessoa fantástica adorei um beijo. Natércia...

turbolenta disse...

Estou a "ver" a cena!Parece-me saber do que esta a falar.Há um tempo comprei (e logo de 3 modelos diferentes) umas formas que parecem de ferro fundido.São realmente mais grossas e pesadas.
A primeira má experiência foi numa, mesmo estilo pudim, muito recortada a toda a volta.Fiz uma gelatina......que por mais que tentasse,mais murros lhe desse, aquecimentos,faca à volta, etc....acabou por ter de ser tirada à colher,já depois de "toda ratada" à volta,depois de tantas tentativas frustradas para a tirar de lá.
Numa outra,de buraco e toda lisa, em vez de bolo saiu "esturrado" .Parecia que o bolo tinha vindo da Guiné. O desgraçado fez uma directa ao caixote do lixo.
Por isso, estão de lado e sem uso.
Parece-me que os bolos para serem feitos nessas formas têm de ser cozidos em lume muito mais brando e com o forno com menos tempo de pré-aquecido.Mas eu não sei! Nem quero experimentar novamente.

Cecilia disse...

pasé a leerte y a desearte un buen fin de semana!!! lindo post.
besos

COZINHAR COM OS ANJOS disse...

AMEIXA eu já tive uma má experiencia com uma forma dessas!!!!Amiga os ingredientes estão caros nunca mais quiz experimentar.Se voltares a fazer algum com elas diz,porque a minha forma já esteve um palmo de ir para o lixo tal não foi a experiência(fiquei traumatizada parecia que tinha a cozinha a arder)(sorrir)...beijinhos doces

risonha disse...

eu tenho uma forma dessas mas ainda nunca a usei, mas agora depois de todos estes testemunhos acho que nem a vou usar.
só se para pudins que não precisem de ir ao forno, e mesmo assim não sei...

ameixa seca disse...

Pois é... creio que a forma influenciou. Mas hoje provei o bolo e não é que está delicioso? Ficou mais fofinho e molhadinho. Ainda não postei a receita e as fotos mas depois do jantar vou colocar.

Márcia, obrigada pela visita longínqua :-) De facto temos que viver e são estas experiências que dão sentido à existência. Acabou sendo até enriquecedora.
Axly, vou mesmo experimentar de novo. Até porque o bolo ficou bom.
Fátima, obrigada pela visita. Eu fiz o mesmo com o teu blog e todos os dias lá vou espreitar :-)
Luís... a bela da publicidade :-) Vou espreitar as comidas caseiras e as outras comidas.
Natércia, a vida é assim e se ficas mais bonita por dentro quando cá vens, volta sempre :-) Já és tão linda que se melhorar... estraga :-p
Turbolenta, é exactamente isso, apesar do meu bolo ter desenformado mais facilmente que nas formas normais. Mas acho que pode ser usada em bolos e essa de ir a forno mais brando tem lógica. Vou experimentar no próximo.
Cecilia gracias por tu visita. Yo te visito todos los dias. Es un placer.
Isabel, deitar ao lixo não deito... vou experimentar antes de "encostar" a forma a um canto.
Risonha, eu tive que experimentar para saber como ficava e o bolo ficou muito bom até.

Nani disse...

OI ameixinha se a forma é de ferro fundido como dizes não é própria p bolos faz antes pudim nela e usa as de silicone menina pq é o q está a dar,;)

ameixa seca disse...

Olá Nani, pois acho que é para pudim mas costumo fazer os pudins na panela de pressão. Ainda não tenho formas de silicone... não me rendi a elas e isso de ter que ir ao forno em banho maria são dois trabalhos :-p

Manuela disse...

Olá! Vim retribuir a visita :)

Eu tenho uma forma igual a essa mas é leve e fininha... Assim grossa deve influenciar sempre o tempo de cozedura e aspecto do bolo ou pudim. É uma questão de ir testando.

ameixa seca disse...

Manuela, obrigada pela visita. Vou mesmo testar mais vezes esta forma para ver o que posso fazer com ela. Bom fim de semana

Nani disse...

Concordo com os dois trabalhos, por isso não faço pudim não tenho panela de pressão, só formas de silicone..eh..eh..eh e eu a dar-lhe com as formas.......rrrsssssss
Realmente só testando é que a gente aprende que melhor uso dar á dita cuja....

ameixa seca disse...

Nani, dá-lhe com as formas :-) Para já de silicone só queria o tapete :-)
Bom fim de semana

Pão, Bolos e Cia. disse...

Também tenho uma forma parecida com chaminé e uma redonda de tarte. Já fiz bolo nas duas e como aquecem muito e permancecem com o calor, se a massa levar muito açúcar (os bolos levam, mas se for muito) acabam por escurecer e ficar com côdea dura. Outra coisa, se a massa for muito líquida demora a cozer e acaba por queimar. A de tarte que tb tenho é muito pesada, uso papel vegetal em baixo e demora menos tempo a cozer, poupa-se no tempo e energia. Experimenta novamente com uma massa mais dura.

ameixa seca disse...

Ok... vou experimentar com uma massa menos líquida. Obrigada pelos conselhos :)

BetiCris disse...

J� usei forma de pudim para fazer um bolinho e ficou muito bom mas n�o tamb�m n�o era t�o pesada como esta que apresentas. A minha m� experi�nia � com as formas de silicone que me queimam os bolos. Sei que cozem mais r�pido e devem cozer a uma temperatura inferior. S� vantagens mas comigo o resultado � sempre um falhan�o.

beijinhos

ameixa seca disse...

Pois é Beticris, eu ainda não me atrevi a experimentar as formas de silicone. Ainda não experimentei usar esta outra vez... talvez no fim de semana.